D.com - Dicionário de comunicação social

Nosso Dicionário de Comunicação Social On-Line - D.Com tem a finalidade de acumular todas as terminologias úteis e jargões das áreas de jornalismo, publicidade e propaganda, relações públicas e comunicação social, além de neologismos que surgiram com o advento da internet e das novas tecnologias. Por isso, está em constante atualização e aprimoramento.

para a tag "teorias de comunicação"

Deserto de Notícia

O termo Deserto de Notícia (ou Deserto de Informação) se refere às regiões que não contam meios jornalísticos locais para informar a população sobre o que ocorre na localidade. São municípios sem veículos independentes de jornalismo. No Brasil, esses Desertos de Notícias são cidades pequenas, com população mediana pouco mais de 7 mil habitantes. Essas localidades correspondem a 62,6% dos municípios brasileiros, totalizando 37 milhões de pessoas - ou seja, 18% da população nacional. 

(clique no título/link para ver a aula/definição completa)

Metodologias de Pesquisa em Jornalismo

Para Nafziger o desenvolvimento da pesquisa em jornalismo conduz à incorporação dos quatro estágios do método científico: 1) busca dos fatos, investigação por observação e experimento; 2) formulação de teorias para explicar os dados; 3) análise do material; e 4) testar a teoria e verificar os dados.


(clique no título/link para ver a aula/definição completa)

Self Media

Os self media como uma extensão dos novos media e uma consequência da “Era de Emerec” (o homem receptor e emissor em simultâneo), idealizada por Jean Cloutier nos anos 70, surgiram com o desenvolvimento do paradigma da individualização e, paradoxalmente, da cibersociedade (ou tribos cibernéticas). A Internet, enquanto nova esfera da opinião pública (à escala global), permite a democratização da difusão de comunicação. Logo, as webzines, as páginas pessoais, os fóruns, os chat’s, as listas de discussão, os weblogs dão existência a um novo fenómeno – a auto-edição. O receptor é agora simultaneamente emissor, assumindo um papel (pró) ativo na comunicação e manipulando um novo elemento: a interface. O início da Web 2.0, com todo o seu potencial de interação e participação, traz consigo este novo paradigma sóciocomunicacional. Assumindo a comunicação como um processo de dimensão social e legitimação da opinião, os self media introduziram mudanças na interação via Web. O pleno da Era de Emerec de Jean Cloutier e a materialização da “aldeia global” de Marshall McLuhan surgem com os sistemas de auto-edição, que são extensões dos novos media, e criaram o utilizador. O receptor pode agora intervir diretamente na comunicação e tem possibilidades técnicas antes inimagináveis: pode publicar à escala global.

(clique no título/link para ver a aula/definição completa)

Teoria da Dependência

A teoria da dependência é uma formulação teórica que consiste em uma leitura crítica e marxista não-dogmática dos processos de reprodução do subdesenvolvimento na periferia do capitalismo mundial, em contraposição às posições marxistas convencionais dos partidos comunistas e à visão estabelecida pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL). 

(clique no título/link para ver a aula/definição completa)