Regulamentação da Profissão de Jornalista

A regulamentação do exercício profissional do jornalismo se deu pelo Decreto-Lei 972/1969, posteriormente regulamentado pelo Decreto 83.284/1979De acordo com esses regulamentos, a previa formação de nível superior específica em jornalismo passava a ser requisito para o exercício profissional

(clique no título/link para ver a aula/definição completa)

Roteiro de Rádio

"Em rádio e TV, o texto que estabelece como será desenvolvido um programa - tão elaborado, que sirva de guia ou script, podendo ser desdobrado em outros textos, falas ou intervenções. O texto sinalizado - "mais lento", "engraçado", "dramático", "enfático", etc. - para o locutor. O texto ou conjunto de recomendações escritas que é xerocado, marcado e distribuído junto a todos os envolvidos em uma transmissão". Juarez Bahia  (clique no título/link para ver a aula/definição completa)

Teoria da Nova História

A Teoria da Nova História surgiu na França. Os teóricos da Nova História, reunidos na Escola dos Anais, defendem uma nova atitude dos historiadores e jornalistas diante dos acontecimentos, na qual é preciso questionar fontes, arquivos e até documentos considerados oficiais. Para eles, deve-se interpretar a história não a partir dos eventos, mas tomando como referências os pressupostos de formação desses mesmos eventos. (clique no título/link para ver a aula/definição completa)

Teoria do Agir Comunicativo

"Assim, as ações sociais referem-se a uma racionalidade tomada num plano duplo: o da racionalidade comunicativa, ou voltada ao entendimento; e o da racionalidade instrumental, voltada estrategicamente à consecução de determinados fins, isto é, dirigida ao êxito. Ás essas duas dimensões corresponderiam duas formas de integração: integração social, que se relaciona aos mecanismos que coordenam a orientação de ações de parceiros de interação social comunicativa; e a integração sistêmica, que se refere a mecanismos que coordenam ações não intencionais mediante nexos funcionais." Maar (clique no título/link para ver a aula/definição completa)

Teoria Etnográfica

"Uma narrativa que não reflete o mundo real, mas, ajuda a constituí-lo, as notícias são a construção social daquilo que se entende por realidade". Pena (clique no título/link para ver a aula/definição completa)

Teoria Instrumentalista

A Teoria Instrumentalista determina que as notícias são instrumentos para determinados interesses políticos. Surgiu de um estudo/pesquisa realizado sobre parcialidade, que buscava verificar a existência ou não de distorções em textos noticiosos. (clique no título/link para ver a aula/definição completa)

Teoria Gnóstica

"As notícias têm uma estrutura de valores que são compartilhados pelos jornalistas entre si, embora carreguem ecos da interação com a sociedade. Esse compartilhamento é nitidamente uma operação gnóstica, com ritos de passagem e forte conotação de conhecimento secreto, só acessível a uns poucos iniciados, os próprios jornalistas". Pena (clique no título/link para ver a aula/definição completa)

Teoria Organizacional do Jornalismo

As notícias são como são porque as empresas e organizações jornalísticas assim as determinam”. Cremilda Medina Essa teoria se originou na administração e na psicologia, e foi adaptada para o jornalismo em 1995, pelo sociólogo norte-americano Warren-Breed. (clique no título/link para ver a aula/definição completa)

Geração e Transmissão de Sinais

O setor de Trafego de Sinais de uma emissora de televisão é também chamado de Geração. Nesse setor, o grava-se programas da emissora transmitidos ao vivo, faz-se a gravação do off do repórter, compra de sinal de satélite (Embratel), faz cópias de mídias, gera sinais de para emissoras da rede e demais atividades correlatas. (clique no título/link para ver a aula/definição completa)

Propriedade Cruzada dos Meios de Comunicação

A propriedade cruzada (cross ownership) dos meios de comunicação - também conhecida como oligopólio ou monopólio - designa uma forma de concentração da propriedade na qual um grupo empresarial (ou família) é proprietário de mais de um tipo de veículo de comunicação (jornal, TV, rádio etc.)Na maior parte das democracias consolidadas há limites a essa prática por se considerar que ela afeta a diversidade informativa e a própria competitividade econômica. 

(clique no título/link para ver a aula/definição completa)