Fazer questões

Foram encontradas 1483 questões

Questões por página: Imprimir
1
Prova: Universidade Federal de Goiás
Ano: 2019    Banca: UFG    Cargo: Jornalismo
Disciplina: Comunicação Social
Assunto: Teorias da Comunicação
O termo mediação é usado por diferentes teóricos da comunicação e do jornalismo. No seu sentido mais tradicional, conforme a perspectiva de Martin-Barbeiro, os estudos sobre a mediação 
Ao longo do século XX, a indústria midiática voltou‐se para o homem‐massa a fim de despertar a sua consciência e libertá‐lo da dominação do Estado, fornecendo informações e lazer.
3
Prova: ESFCEX
Ano: 2019    Banca: ESFCEX    Cargo: Comunicação Social
Disciplina: Comunicação Social
Assunto: Teorias da Comunicação
A partir do final dos anos 1980, o termo “hibridismo” tornou-se palavra-chave para caracterizar as sociedades contemporâneas, especialmente, as latino-americanas. Depois da explosão das redes planetárias de comunicação e da WWW (World Wide Web), o uso das palavras “hibridismo”, “híbrido” e “hibridização” ou “hibridação” expandiu-se consideravelmente para se referir tanto à convergência das mídias no mundo digital quanto à mistura de linguagens na hipermídia, ou seja, a junção do hipertexto com a multimídia que define a linguagem que é própria das redes. Recentemente, o uso do vocábulo “hibridismo” expandiu-se ainda mais para se referir à interconexão dos espaços físicos de circulação com os espaços virtuais de informação a que os usuários de dispositivos móveis se conectam. SANTAELLA, L. A ecologia pluralista das mídias locativas. Revista FAMECOS - Mídia, Cultura e Tecnologia, [s. l.], v. 3, n. 37, p. 20–24, 2008. Disponível em: . Acesso em: 25 jul. 2019. 

Com base na leitura do texto acima, é correto afirmar que 
4
Prova: ESFCEX
Ano: 2019    Banca: ESFCEX    Cargo: Comunicação Social
Disciplina: Comunicação Social
Assunto: Teorias da Comunicação
O público é formado por um grupo de pessoas que pensam e refletem sobre os problemas colocados na discussão pública, o que pressupõe uma ação racional, diferente da multidão e da massa, que agem impulsivamente. (ANDRADE, 1989, p. 37) 

I. Conceitualmente, público é um grupo de pessoas aptas a pensarem e refletirem sobre temas e questões que venham a público para serem tratados ou discutidos pela coletividade, sendo o ato e a capacidade de reflexão o que diferencia esse conceito sobretudo do conceito de massa, via de regra inapta à reflexão coletivamente. 

PORQUE 

II. As massas costumam agir de modo calculado, com frieza e sem sofrer nenhum tipo de manipulação ou viés emocional, sendo a reflexão a sua maior característica. 

A respeito dessas asserções, assinale a opção correta. 
5
Prova: ESFCEX
Ano: 2019    Banca: ESFCEX    Cargo: Comunicação Social
Disciplina: Comunicação Social
Assunto: Teorias da Comunicação
Ao lutar pela abolição dos impostos sobre o saber, obstáculo a uma imprensa livre, a filosofia política do liberalismo mostrou nutrir um verdadeiro ideal emancipador. Ela postulava a secularização da sociedade, colocava a liberdade individual na base das instituições e procurava impor limites ao poder arbitrário do Estado. O livre-comércio e o liberalismo econômico eclipsaram estes três elementos e consagraram na prática o determinismo da economia mercantil. É a eclosão do que se chama market mentality, conforme a expressão do historiador econômico Karl Polanyi, citado por Armand Mattelart, como o nascimento de uma “nova sociedade”, onde os mecanismos do mercado se difundem por todo o corpo social. (MATTELART, Armand. A globalização da comunicação, 2000, p. 23). 

Com base no texto, assinale a alternativa correta. 
6
Prova: ESFCEX
Ano: 2019    Banca: ESFCEX    Cargo: Comunicação Social
Disciplina: Comunicação Social
Assunto: Teorias da Comunicação
O processo de urbanização intensa, logo após a Segunda Guerra Mundial, refletiria nas análises sobre a comunicação no continente. Efetivamente, as pessoas que chegavam aos grandes centros urbanos, como São Paulo, Rio de Janeiro, Buenos Aires, Cidade do México ou Santiago, acabaram expostas aos meios de comunicação de massa (notadamente o rádio e a televisão) de maneira muito rápida. A preocupação com “as massas” alentava pesquisas destinadas a denunciar a alienação promovida pela comunicação, que se valia da população analfabeta, presa fácil de sofrer manipulação, deslumbrada pelo fascínio apresentado pelos meios de comunicação. VICENTE, MM. História e comunicação na ordem internacional. São Paulo: Editora UNESP; São Paulo: Cultura Acadêmica, 2009. 

Com base nesse fragmento de texto, assinale a alternativa correta. 
7
Prova: ESFCEX
Ano: 2019    Banca: ESFCEX    Cargo: Comunicação Social
Disciplina: Comunicação Social
Assunto: Teorias da Comunicação
Com base nas ideias de McLuhan, assinale uma das falas indicadas nas alternativas a seguir que NÃO tenha sido proferida por ele. 
8
Prova: ESFCEX
Ano: 2019    Banca: ESFCEX    Cargo: Comunicação Social
Disciplina: Comunicação Social
Assunto: Teorias da Comunicação
O desenvolvimento dos meios de comunicação na contemporaneidade modificou a prática do jornalismo, reconfigurando suas mediações sociais e culturais, em função do uso das novas tecnologias e das novas relações estabelecidas entre produtores e consumidores de informação. Isto é, o jornalismo se reinventa cotidianamente como discurso e prática social e impõe um olhar crítico aos pesquisadores. Dessa forma, ao mesmo tempo, o campo acadêmico do jornalismo se fortaleceu nas universidades de todo o país, possível de ser dimensionado na observação dos trabalhos desenvolvidos por diferentes entidades ligadas a essa prática e diante da publicação de uma vasta bibliografia que veio manter o debate sobre suas questões teóricas e metodológicas, aperfeiçoando as investigações. PELINSON, F. Particularidades da pesquisa em Jornalismo. In: Seminário Internacional de Pesquisa em Comunicação, 2013, Santa Maria, Rio Grande do Sul. Anais do Sipecom, 2013 

Com base nesse fragmento de texto, é correto afirmar que 
9
Prova: ESFCEX
Ano: 2019    Banca: ESFCEX    Cargo: Comunicação Social
Disciplina: Comunicação Social
Assunto: Teorias da Comunicação
Texto 1 - A noticiabilidade é constituída pelo complexo de requisitos que se exigem para os eventos – do ponto de vista da estrutura do trabalho nos aparatos informativos e do ponto de vista do profissionalismo dos jornalistas –, para adquirir a existência pública de notícia. WOLF, Mauro. Teorias da comunicação de massa. São Paulo, Martins Fontes: 2003. 

Texto 2 - É reducionista definir noticiabilidade somente como conjunto de elementos por meio dos quais a empresa jornalística controla e administra a quantidade e o tipo de acontecimentos ou apenas como o conjunto de elementos intrínsecos que demonstram a aptidão ou potencial de um evento para ser transformado em notícia. Noticiabilidade seria a soma desses dois conjuntos, acrescentada daquele terceiro que trata de questões ético-epistemológicas. SILVA, Gislene. Para pensar critérios de noticiabilidade. Estudos em Jornalismo e Mídia, Florianópolis, v. 2, n. 1, p. 95- 107, jan. 2005. ISSN 1984-6924. Disponível em: . Acesso em: 24 jul. 2019 (adaptado). 

Com base na leitura dos textos apresentados, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas. 

I. Os estudos de seleção de notícias partem geralmente do conceito de gatekeeper (seletor de notícia), aplicado ao jornalismo no estudo clássico de David Manning White, divulgado nos anos 50 e difundido nos estudos acadêmicos de comunicação na década de 60. 

PORQUE 

II. A necessidade de se pensar sobre critérios de noticiabilidade surge diante da constatação de que não há espaço nos veículos informativos para a publicação ou veiculação da infinidade de acontecimentos que ocorrem no dia a dia. A respeito dessas asserções, assinale a alternativa correta. 
10
Prova: ESFCEX
Ano: 2019    Banca: ESFCEX    Cargo: Comunicação Social
Disciplina: Comunicação Social
Assunto: Teorias da Comunicação
Assinale a afirmativa INCORRETA acerca do modelo Encoding/Decoding de Stuart Hall.