Fazer questões

Questões por página: Imprimir
1
Prova: Infraero
Ano: 2009    Banca: FCC    Cargo: Publicidade
Disciplina: Publicidade e Propaganda
Assunto: Discursiva Publicidade e Propaganda

REDAÇÃO 

1. Leia detidamente o texto seguinte: No trabalho, nossas ações costumam ser movidas ora pela força de uma obrigação, ora pelo senso do dever, ora pelo sentimento da vontade. Mas as ações mais produtivas são aquelas em que esses três impulsos encadeiam-se numa escala ascensional: o imperativo mecânico de se obrigar a fazer alça-se ao discernimento de um dever fazer, e este ganhará pleno impulso quando resultar de um obstinado querer. Qualquer que seja nossa função, a realização plena do nosso trabalho depende, em grande parte, desse encadeamento de impulsos. Por isso, a ação mais eficaz e objetiva jamais dispensa o concurso da vontade íntima. (Nicolau Vergueiro, inédito) 

2. Sem perder de vista o conjunto do texto acima, desenvolva uma dissertação, na qual você se posicionará, de forma clara e argumentativa, diante da afirmação que se acha sublinhada. 

2
Prova: Infraero
Ano: 2011    Banca: FCC    Cargo: Publicidade
Disciplina: Publicidade e Propaganda
Assunto: Discursiva Publicidade e Propaganda

REDAÇÃO 

Instruções: A folha para rascunho no Caderno de Provas é de preenchimento facultativo. Em hipótese alguma o rascunho elaborado pelo candidato será considerado na correção da Prova de Redação pela banca examinadora. 

 Na Prova de Redação deverão ser observados os limites mínimo de 20 (vinte) linhas e máximo de 30 (trinta) linhas, sob pena de perda de pontos a serem atribuídos à Redação. 

A especialização é uma tendência que parece cada vez mais irresistível, principalmente por conta da insuperável profundidade que pode ser atingida pelo especialista em seu campo específico de conhecimento. Contudo, a esse aprofundamento em determinada área costuma corresponder, nos casos mais extremos, a ignorância de outros especialistas em outras áreas, ainda que muitas vezes bastante próximas dela. O risco é tornar-se cada vez mais difícil um olhar mais abrangente e uma compreensão mais ampla dos problemas que surgem. 

A partir das reflexões acima, escreva um texto dissertativo-argumentativo, posicionando-se em relação ao seguinte tema: 

A abertura do foco para além do campo de visão do especialista 

A campanha O Melhor do Brasil é o Brasileiro revela a força e a importância da parceria público-privada na concretização da comunicação de interesse público, viabilizando-se pela união dos esforços de 450 empresas do setor privado, do governo federal, de organizações da sociedade civil e dos principais veículos de comunicação do país. O ponto de partida foi dado pelo Estado, por meio da Secretaria de Comunicação de Governo e Gestão Estratégica, que lançou o desafio de realizar uma campanha para elevar a autoestima do brasileiro, tema de interesse público; para isso, forneceu a diretriz estratégica do esforço de comunicação e iniciou a busca de parcerias no setor privado, cujo apoio foi decisivo para o projeto. No campo institucional, esse apoio materializou-se por meio do envolvimento direto da Associação Brasileira de Anunciantes, entidade que reúne as 300 maiores empresas anunciantes e representa 80% do PIB oriundo de publicidade do país. Individualmente, as diversas empresas desenvolveram ações específicas e incorporaram a temática o melhor do Brasil é o brasileiro em seu composto de comunicação. Ainda no âmbito do mercado, o engajamento dos veículos de comunicação amplificou significativamente o impacto da campanha. João R. V. Costa (org.). Comunicação de interesse público: ideias que movem pessoas e fazem um mundo melhor. São Paulo: Jaboticaba, 2006, p. 107 (com adaptações). 

Considerando que o fragmento de texto acima tem caráter unicamente motivador, elabore um briefing para campanha publicitária de utilidade pública, contemplando, necessariamente, os seguintes aspectos: 

- tema de campanha relacionado ao atual cenário econômico, político ou cultural do Brasil; 

- justificativa da importância de um tema para a elaboração de campanha; 

- apresentação de, ao menos, um objetivo de comunicação; 

- escolha de gêneros e formatos de peças ou ações publicitárias adequadas ao tema e ao(s) objetivo(s) da campanha — justificando-a —, e designação de possíveis anunciantes; 

- vantagens da contrapartida institucional no incentivo à participação voluntária de veículos de comunicação e fornecedores, como produtoras gráficas, de vídeo e de áudio, utilizando-se conceitos como o de publicidade de utilidade pública

4
Prova: E-Paraná
Ano: 2017    Banca: UNICENTRO    Cargo: Mídia
Disciplina: Publicidade e Propaganda
Assunto: Discursiva Publicidade e Propaganda

Considere a seguinte situação: enquanto profissional atuante na área da Comunicação, você é contratado para atuar como Analista de Mídia de um grupo que reúne uma TV educativa e uma rádio FM educativa. Assim, apresente detalhadamente quais os conceitos fundamentais, as aplicações básicas e um método de cálculo de inserções publicitárias em uma emissora de TV educativa:

Toda empresa trabalha para manter um posicionamento dentro da mente do seu público-alvo, tendo como objetivo fixar a sua marca na mente dos consumidores para maximizar a vantagem potencial de seus produtos e serviços. E para construir esta imagem na mente do público-alvo, as empresas trabalham com diversos recursos. Hoje em dia, grande parte das marcas quer ter uma causa para chamar de sua e, embora levantar uma bandeira represente um manifesto de apoio para diversos grupos, o engajamento pode ser banalizado devido ao desgaste dos formatos. Neste contexto, algumas marcas passam a ousar em uma plataforma nova para o marketing de causas: a embalagem. 

Foi a estratégia utilizada pela Dove, que chamou atenção ao lançar uma série de embalagens com diferentes formatos. O objetivo era refletir a diversidade de corpos das mulheres, e mostrar como a marca pode ser útil a diferentes tipos de mulheres independente do seu perfil. A visão funcional da embalagem, antes restrita à contenção, exposição e transporte do produto, vem mudando. De acordo com Clotilde Perez, consultora da Casa Semio, empresa com foco em mercado e semiótica, esse processo começou com o surgimento do autosserviço dos supermercados, quando marcas passaram a se vender "sozinhas", e então a embalagem ganhou uma perspectiva expressiva. Mais uma vez a Dove se diferencia no mercado por sua audácia em fazer uma personalização extrema no design do seu produto, com objetivo de abordar temas presentes na realidade do seu público-alvo, trazendo para as prateleiras dos supermercados uma perspectiva de estética do seu público, como mostra os modelos. Considerando a estratégia utilizada pela Dove, explique qual foi o posicionamento adotado pela empresa para atingir o seu público-alvo, e por que a mudança adotada pela empresa é importante para reafirmar o novo posicionamento no seu mercado de atuação.



Na concepção do filósofo Aristóteles, a retórica é a faculdade de considerar, para cada questão, o que pode ser apropriado para persuadir. Emprega diversos recursos da linguagem para atrair à atenção e interesse de um auditório social, para informá-lo e persuadi-lo. Com base no texto acima, cite e conceitue pelo menos 2 técnicas e recursos da retórica:

7
Prova: Sebrae
Ano: 2011    Banca: CESPE    Cargo: Comunicação Social
Disciplina: Publicidade e Propaganda
Assunto: Discursiva Publicidade e Propaganda


Considerando que o SEBRAE pretenda realizar um evento para promover a publicidade da instituição e o relacionamento com seu público-alvo específico e que você, analista técnico da entidade, receba a incumbência de avaliar a realização do evento, desde o seu planejamento prévio até a sua finalização, de modo a garantir que os seus objetivos clássicos sejam plenamente atingidos, redija um texto dissertativo em que sejam abordados, necessariamente, os seguintes aspectos: 

1. fatores a serem considerados na avaliação do evento; 

2. principais objetivos para a escolha do evento como estratégia; 

3. etapas do planejamento e estruturação do evento.

O artigo de André Cauduro D’Ángelo, veiculado na Revista de Administração Contemporânea. (v.7 n. 4 Curitiba Oct./Dec. 2003), levanta o seguinte questionamento ético relacionado com o Marketing:

O marketing cria desejos e necessidades ou simplesmente os satisfaz? Os desejos e necessidades do consumidor são moldados aos interesses das empresas?

Posicione-se em relação a esse questionamento à luz dos princípios éticos que fundamentam o Marketing.

No livro Técnicas de Vendas e Publicidade, de E. Costa e M. M. Calvet de Magalhães (Porto: Manuel Barreira, 1959), são apresentadas relações e diferenças existentes entre publicidade e propaganda. Assim, por exemplo, a propaganda visaria à adesão individual a um dado sistema ideológico, podendo, contudo, dar lugar a adesões em plano coletivo, enquanto a publicidade tem por objetivo criar desejo coletivo de aquisição, que deverá, porém, materializar-se numa compra individual. Outra, ainda, estipula que a propaganda é eminentemente ideológica; a publicidade, comercial. 

Mas agências de propaganda não são também agências de publicidade? Cabe ainda perguntar: as diferenças acima estabelecidas se sustêm? Haverá outras diferenças consignáveis? Quais serão? Como podemos ilustrá-las? 

Em seu livro Publicidade – a linguagem da sedução (São Paulo: Ática, 1996), Nelly de Carvalho afirma que “as fórmulas fixas da língua, como citações, clichês e frases feitas, são elementos considerados abomináveis na literatura, condenados pelos teóricos da estilística”. A autora constata, porém, que a mensagem publicitária explora sistematicamente este recurso. 

Enumere e explique as razões pelas quais o emprego da fórmula fixa pode se tornar um “notável instrumento” da redação publicitária.