Fazer questões

Questões por página: Imprimir

Que diferenças e semelhanças existem entre a página de um jornal impresso e o próprio site jornalístico do mesmo veículo de comunicação? A pauta, a apuração, a redação e a edição das notícias e reportagens podem ser muito semelhantes ou até repetir a linha editorial desse veículo, em cada mídia, mas a maneira de apresentar as matérias jornalísticas, em função do tipo da mídia, tem diferenças acentuadas. 

Pode-se afirmar que a principal diferença entre um e outro é:

Em “Planejamento da Comunicação – curso essencial” (Editora Atlas, 2011), Maurício Tavares e Ione Gomes Tavares apontam que a evolução da comunicação de marketing se deve às mídias e novas técnicas de comunicação como celulares, mídias alternativas, TV digital, valorização de ações promocionais, marketing viral, buzz marketing, links patrocinados e blogs. 

Com a sociedade cada vez mais informada, ficou também evidente que 

3
Prova: Câmara Municipal de Valinhos - SP
Ano: 2017    Banca: VUNESP    Cargo: Jornalismo
Disciplina: Jornalismo
Assunto: Radiojornalismo

Sabe-se que o desempenho de leitura de um locutor de radiojornal é de 390 caracteres por 30 segundos e que a lauda utilizada pela redação tem 12 linhas de 65 caracteres por linha. Uma matéria de 1 170 caracteres que será lida por esse locutor terá a duração de 

4
Prova: Câmara Municipal de Valinhos - SP
Ano: 2017    Banca: VUNESP    Cargo: Jornalismo
Disciplina: Jornalismo
Assunto: Redação Jornalística

O texto a seguir é o lead de uma matéria veiculada em um jornal de Valinhos: “Ribeirinha é um mergulho na mestiçagem, na força, nas misturas de um povo e tem um sentido amplo para a intérprete Mariene de Castro. A começar pelas populações ribeirinhas, que vivem à beira dos rios. Comunidades tradicionais que construíram a identidade brasileira e que hoje sobrevivem com bravura às adversidades e desequilíbrios sociais do país. Ser ribeirinho é estar e viver à margem como sujeitos legítimos e dignos.” (JTV Online, 31.07.2017) 

A matéria foi planejada com ênfase no 

5
Prova: Câmara Municipal de Valinhos - SP
Ano: 2017    Banca: VUNESP    Cargo: Jornalismo
Disciplina: Jornalismo
Assunto: Teorias do Jornalismo

Para alguns teóricos, o jornalismo é uma suposta construção da realidade porque a produção do discurso jornalístico se faz sob pressões sociais. Em vista disso, esses teóricos levam em consideração, entre outros, alguns critérios para definir a notícia, como noticiabilidade, valores-notícia, rotinas de produção e construção da audiência. 

Essa teoria é chamada de 

6

Para Mikhail Bakhtin, as palavras são multiacentuadas e não de sentido fixo: são palavras de um ser humano dirigidas a outro ser humano e essa relação contextual transforma o seu sentido. O desenvolvimento dessa visão na sua obra “Marxismo e filosofia da linguagem” deu origem à concepção 

7
Prova: Câmara Municipal de Valinhos - SP
Ano: 2017    Banca: VUNESP    Cargo: Jornalismo
Disciplina: Jornalismo
Assunto: Redação Jornalística

Os pesquisadores Carolina Nunes Ferreira Junqueira e Ênio Moraes Júnior, analisando a estrutural textual das notas jornalísticas nas colunas de Ricardo Boechat e Fabíola Perez de 2012, concluíram que esses dois jornalistas utilizam os sete elementos que caracterizam o bom texto informativo. São eles: clareza, precisão, concisão 

8
Prova: Câmara Municipal de Valinhos - SP
Ano: 2017    Banca: VUNESP    Cargo: Jornalismo
Disciplina: Jornalismo
Assunto: Telejornalismo

Em busca de uma linguagem coloquial, os redatores do telejornalismo usam figuras de linguagem. Assinale a chamada que usa eufemismo (adaptado de O texto na TV, de Vera Iris Paternostro). 

9
Prova: Câmara Municipal de Valinhos - SP
Ano: 2017    Banca: VUNESP    Cargo: Jornalismo
Disciplina: Jornalismo
Assunto: Redação Jornalística

Assinale a alternativa que indica o título encampado. 

10

Na edição de 4 de julho de 2011, a revista Veja publicou a matéria “Madraçal no Planalto”. Um dos trechos da matéria o seu autor faz a seguinte acusação: “a liberdade de expressão sempre foi um valor sagrado nas universidades, mas na UNB ela foi revogada para que em seu lugar se instalasse a atitude mais incompatível que existe com o mundo acadêmico: a intolerância. Veja foi ao câmpus da UNB apurar as denúncias de que um símbolo da luta democrática no Brasil está se transformando em um madraçal esquerdista em que a doutrinação substituiu as atividades acadêmicas essenciais.” A Comissão de Ética do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal recebeu uma representação contra o jornalista porque algumas fontes desmentiram as declarações que lhes foram atribuídas, além do que, como se pode observar no trecho dado, a matéria foi