Fazer questões

Foram encontradas 750 questões

Questões por página: Imprimir
41
Prova: CRF-SP
Ano: 2017    Banca: IDECAN    Cargo: Jornalismo
Disciplina: Jornalismo
Assunto: Assessoria de Comunicação/ Imprensa

Entre os objetivos da pauta jornalística está a preocupação de que o tema/assunto escolhido seja útil para o cotidiano do leitor, ouvinte, telespectador ou internauta. Isto é, traga respostas de interesse público. Na mídia, ultimamente, tem sido frequente o uso direto, como pauta e/ou até para publicação na íntegra, de press-releases ou informações encaminhadas por assessorias de imprensa. O que traz às redações o interesse pessoal e empresarial de quem os representa. 

Por isso, o release encaminhado às redações deverá 

42
Prova: CRF-SP
Ano: 2017    Banca: IDECAN    Cargo: Jornalismo
Disciplina: Jornalismo
Assunto: História da Imprensa

“O jornalismo brasileiro está em desenvolvimento. Nas capitais são publicados matutinos de projeção nacional. Nas grandes e médias cidades do interior existem diários de caráter regional, que constituem excelentes padrões de imprensa. Resta ainda, no entanto, a valorização do jornalista profissional”. Este relato está nas palavras iniciais de “Técnicas de Codificação em Jornalismo”, de um pioneiro do ensino de Comunicação Social, no Brasil. O livro foi lançado em 1978 e teve seguidas edições, sendo considerado, desde então, uma obra histórica e de referência para os cursos de jornalismo do país inteiro. 

O seu autor é:

43
Prova: CRF-SP
Ano: 2017    Banca: IDECAN    Cargo: Jornalismo
Disciplina: Jornalismo
Assunto: Diploma de Jornalismo

Em junho de 2009, por decisão do ministro Gilmar Mendes, o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou o fim da obrigatoriedade do diploma superior para o exercício da profissão de jornalista instituída em 13/05/1943 pelo Decreto-Lei nº 5.480, assinado pelo presidente Getúlio Vargas e pelo ministro Gustavo Capanema. O diploma continuava também como exigência, pelo Decreto-Lei nº 972, de 17/10/1969, para o registro profissional no Ministério do Trabalho. Desde 2009, a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), que congrega os sindicatos profissionais de jornalistas de todo o território nacional, tenta restabelecer a obrigatoriedade do diploma, através da Câmara dos Deputados e do Senado. 

Como é seguida, para o exercício da profissão de jornalista, a questão do diploma universitário nos demais países do mundo? 

44
Prova: CRF-SP
Ano: 2017    Banca: IDECAN    Cargo: Jornalismo
Disciplina: Ética e Legislação
Assunto: Constituição Federal de 1988

O artigo 220, da Constituição de 1988, no Capítulo V (“Da Comunicação Social”) determina, no parágrafo 5º, que os meios de Comunicação Social não podem, direta ou indiretamente, ser objeto de monopólio (propriedade de um único grupo empresarial) ou de oligopólio (controle por um pequeno grupo). A chamada Constituição Cidadã criou ainda o Conselho de Comunicação Social, órgão auxiliar do Congresso Nacional, com o objetivo de tornar efetivo o que está em seguida disposto no Artigo 223. 

Este artigo constitucional determinou que 

45
Prova: CRF-SP
Ano: 2017    Banca: IDECAN    Cargo: Jornalismo
Disciplina: Comunicação Social
Assunto: Retórica e Argumentação

Na Comunicação Social, o que é comunicado é o que vale e passa a existir. Ou seja, o que tem e terá importância para os indivíduos e a sociedade. É, assim, fundamental a noção de realidade, do que é de fato. E se não houver ética profissional, o que é pode não aparecer, ficará invisível aos olhos do público, não será revelado e conhecido. E o que não é, mas aparece e é destacado nas redes sociais, por exemplo, pode virar “notícia” e pior: ser a única informação tida como verdadeira. Isto não é novidade porque os sofistas de hoje usam aquela mesma “meia-verdade” milenar dos sofistas. Utilizam argumentos e raciocínios falsos para explicar fatos, acontecimentos, julgar pessoas e destacar produtos. 

Como se sabe, o sofisma teve origem:

46
Prova: CRF-SP
Ano: 2017    Banca: IDECAN    Cargo: Jornalismo
Disciplina: Jornalismo
Assunto: Produção e Rotina Jornalística

A grande imprensa norte-americana, historicamente modelo de texto e de linha editorial para a imprensa brasileira, busca a imparcialidade. Por exemplo, quando faz a cobertura de eleições presidenciais. O tempo todo da campanha deixa sempre claro, em seus editoriais, por qual partido ou candidato tem preferência. Este posicionamento como veículo de comunicação, no entanto, não contamina o trabalho da reportagem. Nos Estados Unidos, preocupam-se em separar a opinião no editorial da livre apuração jornalística dos fatos. Ou seja, deixa claro a seus leitores que toma parte, mas não manipula a notícia de maneira ideológica, partidária ou por interesse empresarial. E os grandes veículos de comunicação, no Brasil, sempre procuraram dar preferência à plena realidade dos fatos, como está claramente recomendado em seus manuais de redação. Por exemplo, a “Folha de São Paulo”, no verbete ouvir o outro lado, conceitua que todo fato comporta mais de uma versão e recomenda aos seus profissionais registrarem sempre “todas as versões”. Interessante acrescentar: em outro verbete referente ao noticiário sobre minorias, acentua que elas devem ser tratadas com “relevância respeitosa e sem preconceito”. E isto é, mais uma vez, precioso conceito sobre a permanente imparcialidade. 

A propósito, como e por quais razões a mídia deve distinguir, com imparcialidade, os grupos minoritários presentes e atuantes em sua sociedade? 

47
Prova: CRF-SP
Ano: 2017    Banca: IDECAN    Cargo: Jornalismo
Disciplina: Jornalismo
Assunto: Produção e Rotina Jornalística

Nos veículos de comunicação, impressos ou digitais, a narrativa e a descrição dos fatos devem ser exatas e objetivas. O que, muitas vezes, mesmo para experimentados jornalistas profissionais, pode não ser uma tarefa de fácil realização, em função da carga de subjetividade do ser humano, por razões e influências referentes à época, país, cidade em que se vive, cultura que se acumulou, relações pessoais e sociais. Por isto, o manual de redação da “Folha de São Paulo” afirma, categoricamente, “não existir objetividade em jornalismo”. Com igual ênfase, porém, ressalva que isto “não exime o jornalista da obrigação de ser o mais objetivo possível”. Já o manual de redação de “O Estado de São Paulo”, além de igualmente cobrar objetividade no texto jornalístico, também é taxativo na recomendação aos seus profissionais para textos tanto imparciais quanto objetivos: “não exponha opiniões, mas fatos, para que o leitor tire deles as próprias conclusões”. 

Portanto, ambos os manuais alertam que, para ter objetividade, o jornalista deverá: 

48
Prova: CRM-MG
Ano: 2017    Banca: Fundep    Cargo: Jornalismo
Disciplina: Jornalismo
Assunto: Assessoria de Comunicação/ Imprensa

Analise as seguintes afirmativas sobre funções de uma assessoria de imprensa e assinale com V as verdadeiras e com F as falsas. 

(  ) Acompanhar entrevistas, apoiar eventos e atender a imprensa. 

(  ) Elaborar press releases, arquivar material jornalístico e avaliar os resultados. 

(  ) Diagramar material impresso institucional, além de house organs da empresa. 

(  ) Fazer prospecção de possíveis clientes e encontros entre jornalistas e fontes. 

Assinale a sequência CORRETA 

49
Prova: CRM-MG
Ano: 2017    Banca: Fundep    Cargo: Jornalismo
Disciplina: Jornalismo
Assunto: Produção e Rotina Jornalística

Segundo Nilson Lage (2001, p. 73), a entrevista é o procedimento clássico de apuração de informações em jornalismo. 

Com base nos tipos de entrevista, relacione a COLUNA II de acordo com a COLUNA I. 

COLUNA I 

1. Ritual 

2. Em profundidade 

3. Temática 

4. Testemunhal 

COLUNA II 

(  ) Pode servir para ajudar na compreensão de um problema, expor um ponto de vista 

(  ) É geralmente breve. O ponto de interesse está mais centrado na exposição do entrevistado do que no que ele tem a dizer. 

(  ) A reconstituição do evento é feita do ponto de vista particular do entrevistado que, usualmente, acrescenta suas próprias interpretações. 

(  ) O objetivo da entrevista é a figura do entrevistado. 

Assinale a sequência CORRETA.

50
Prova: CRM-MG
Ano: 2017    Banca: Fundep    Cargo: Jornalismo
Disciplina: Jornalismo
Assunto: Assessoria de Comunicação/ Imprensa

Considerando-se uma das funções de uma assessoria de imprensa — a clipagem — é incorreto afirmar: