Fazer questões

Foram encontradas 7552 questões

Questões por página: Imprimir
21
Prova: MEC
Ano: 2003    Banca: CESPE    Cargo: Comunicação Social
Disciplina: Comunicação Social
Assunto: Opinião Pública e Pesquisa de Opinião
O melhor momento para se testar um produto por meio de pesquisas é o do seu lançamento.
22
Prova: MEC
Ano: 2003    Banca: CESPE    Cargo: Comunicação Social
Disciplina: Comunicação Social
Assunto: Opinião Pública e Pesquisa de Opinião

Um projeto de pesquisa deve partir de uma pergunta bem definida a ser respondida pelo público a ser pesquisado.

23
Prova: MEC
Ano: 2003    Banca: CESPE    Cargo: Comunicação Social
Disciplina: Comunicação Social
Assunto: Opinião Pública e Pesquisa de Opinião

A pesquisa de focus group é realizada por meio de questionários estruturados, aplicados para uma amostragem representativa do universo a ser pesquisado.

24
Prova: MEC
Ano: 2003    Banca: CESPE    Cargo: Comunicação Social
Disciplina: Comunicação Social
Assunto: Opinião Pública e Pesquisa de Opinião

A técnica de amostragem é utilizada em pesquisas de mercado quando a população é muito grande, evitando-se entrevistar todas as pessoas que a compõem. 

25
Prova: MEC
Ano: 2003    Banca: CESPE    Cargo: Comunicação Social
Disciplina: Publicidade e Propaganda
Assunto: Marketing

O atual panorama econômico está sendo moldado por duas forças poderosas — tecnologia e globalização. A paisagem tecnológica está salpicada de novos produtos, como satélites, filmadoras, câmeras e relógios digitais, fotocopiadoras, máquinas de fax, correio eletrônico, telefones celulares e computadores portáteis. É a tecnologia, em última análise, que configura não apenas a infra-estrutura material da sociedade mas também os padrões conceituais humanos. 

Uma força tecnológica revolucionária é a digitalização, pela qual a informação é codificada em bits, isto é, séries de zeros e uns. Nicholas Negroponte, líder do famoso Media Lab, do MIT, vê o bit como substituto do átomo. Uma empresa de software não precisa mais gravar seus programas em uma série de discos flexíveis, colocá-los em caixas e enviá-los por via rodoviária ou aérea a vários pontos de venda onde os consumidores possam comprá-los. Todo esse trabalho pode ser poupado disponibilizando-se o software na Internet para download pelos consumidores. Philip Kotlher. Marketing para o século XXI. São Paulo: Futura, 1999, p. 15-6 (com adaptações)

Considerando o texto anterior, de Philip Kotlher, e o tema nele abordado, julgue os seguintes itens. 

Os serviços de pós-venda, com a globalização e o acesso à tecnologia, tornaram-se importantes fatores para o marketing de uma organização.
26
Prova: MEC
Ano: 2003    Banca: CESPE    Cargo: Comunicação Social
Disciplina: Publicidade e Propaganda
Assunto: Marketing

O atual panorama econômico está sendo moldado por duas forças poderosas — tecnologia e globalização. A paisagem tecnológica está salpicada de novos produtos, como satélites, filmadoras, câmeras e relógios digitais, fotocopiadoras, máquinas de fax, correio eletrônico, telefones celulares e computadores portáteis. É a tecnologia, em última análise, que configura não apenas a infra-estrutura material da sociedade mas também os padrões conceituais humanos. 

Uma força tecnológica revolucionária é a digitalização, pela qual a informação é codificada em bits, isto é, séries de zeros e uns. Nicholas Negroponte, líder do famoso Media Lab, do MIT, vê o bit como substituto do átomo. Uma empresa de software não precisa mais gravar seus programas em uma série de discos flexíveis, colocá-los em caixas e enviá-los por via rodoviária ou aérea a vários pontos de venda onde os consumidores possam comprá-los. Todo esse trabalho pode ser poupado disponibilizando-se o software na Internet para download pelos consumidores. Philip Kotlher. Marketing para o século XXI. São Paulo: Futura, 1999, p. 15-6 (com adaptações)

Considerando o texto anterior, de Philip Kotlher, e o tema nele abordado, julgue os seguintes itens. 

Uma organização que deseje se aproveitar ao máximo dos benefícios da globalização e da tecnologia não deverá considerar alternativas para a personalização de seus produtos, pois o comum acesso à tecnologia inviabiliza a competitividade, já que a concorrência terá condições para imitar o produto, inviabilizando a diferenciação.
27
Prova: MEC
Ano: 2003    Banca: CESPE    Cargo: Comunicação Social
Disciplina: Publicidade e Propaganda
Assunto: Marketing

O atual panorama econômico está sendo moldado por duas forças poderosas — tecnologia e globalização. A paisagem tecnológica está salpicada de novos produtos, como satélites, filmadoras, câmeras e relógios digitais, fotocopiadoras, máquinas de fax, correio eletrônico, telefones celulares e computadores portáteis. É a tecnologia, em última análise, que configura não apenas a infra-estrutura material da sociedade mas também os padrões conceituais humanos. 

Uma força tecnológica revolucionária é a digitalização, pela qual a informação é codificada em bits, isto é, séries de zeros e uns. Nicholas Negroponte, líder do famoso Media Lab, do MIT, vê o bit como substituto do átomo. Uma empresa de software não precisa mais gravar seus programas em uma série de discos flexíveis, colocá-los em caixas e enviá-los por via rodoviária ou aérea a vários pontos de venda onde os consumidores possam comprá-los. Todo esse trabalho pode ser poupado disponibilizando-se o software na Internet para download pelos consumidores. Philip Kotlher. Marketing para o século XXI. São Paulo: Futura, 1999, p. 15-6 (com adaptações)

Considerando o texto anterior, de Philip Kotlher, e o tema nele abordado, julgue os seguintes itens. 

Nos termos colocados por Kotlher, o par globalização + tecnologia pode ser comparado ao fenômeno que Pierre Lévy chama de desterritorialização.
28
Prova: MEC
Ano: 2003    Banca: CESPE    Cargo: Comunicação Social
Disciplina: Publicidade e Propaganda
Assunto: Marketing

O atual panorama econômico está sendo moldado por duas forças poderosas — tecnologia e globalização. A paisagem tecnológica está salpicada de novos produtos, como satélites, filmadoras, câmeras e relógios digitais, fotocopiadoras, máquinas de fax, correio eletrônico, telefones celulares e computadores portáteis. É a tecnologia, em última análise, que configura não apenas a infra-estrutura material da sociedade mas também os padrões conceituais humanos. 

Uma força tecnológica revolucionária é a digitalização, pela qual a informação é codificada em bits, isto é, séries de zeros e uns. Nicholas Negroponte, líder do famoso Media Lab, do MIT, vê o bit como substituto do átomo. Uma empresa de software não precisa mais gravar seus programas em uma série de discos flexíveis, colocá-los em caixas e enviá-los por via rodoviária ou aérea a vários pontos de venda onde os consumidores possam comprá-los. Todo esse trabalho pode ser poupado disponibilizando-se o software na Internet para download pelos consumidores. Philip Kotlher. Marketing para o século XXI. São Paulo: Futura, 1999, p. 15-6 (com adaptações)

Considerando o texto anterior, de Philip Kotlher, e o tema nele abordado, julgue os seguintes itens. 

Como resultado das pressões econômicas e tecnológicas, as instituições prestadoras de serviços, como as de software, precisam necessariamente facilitar o acesso direto e virtual dos consumidores ao seu trabalho. Uma das opções para tanto é a Internet.
29
Prova: MEC
Ano: 2003    Banca: CESPE    Cargo: Comunicação Social
Disciplina: Publicidade e Propaganda
Assunto: Marketing
O atual panorama econômico está sendo moldado por duas forças poderosas — tecnologia e globalização. A paisagem tecnológica está salpicada de novos produtos, como satélites, filmadoras, câmeras e relógios digitais, fotocopiadoras, máquinas de fax, correio eletrônico, telefones celulares e computadores portáteis. É a tecnologia, em última análise, que configura não apenas a infra-estrutura material da sociedade mas também os padrões conceituais humanos. 

Uma força tecnológica revolucionária é a digitalização, pela qual a informação é codificada em bits, isto é, séries de zeros e uns. Nicholas Negroponte, líder do famoso Media Lab, do MIT, vê o bit como substituto do átomo. Uma empresa de software não precisa mais gravar seus programas em uma série de discos flexíveis, colocá-los em caixas e enviá-los por via rodoviária ou aérea a vários pontos de venda onde os consumidores possam comprá-los. Todo esse trabalho pode ser poupado disponibilizando-se o software na Internet para download pelos consumidores. Philip Kotlher. Marketing para o século XXI. São Paulo: Futura, 1999, p. 15-6 (com adaptações)

Considerando o texto anterior, de Philip Kotlher, e o tema nele abordado, julgue os seguintes itens. 

Uma das mais notáveis conseqüências dos fenômenos apontados por Kotlher é a globalização, que, por sua vez, possibilita realizar a visão de McLuhan da aldeia global.
30
Prova: MEC
Ano: 2003    Banca: CESPE    Cargo: Comunicação Social
Disciplina: Comunicação Social
Assunto: Opinião Pública e Pesquisa de Opinião

Nos bastidores da empresa não faltam relatos dramáticos das reações dos funcionários. Cenas de choro, desânimo, tristeza, medo e ansiedade relatadas por funcionários e gerentes. O prazo curto para adesão praticamente inviabilizou reações organizadas. Os sindicatos não conseguiam sair da dúvida se atacavam o plano e inviabilizavam sua implementação ou se o aceitavam e buscavam extrair mais vantagens para os funcionários. O ambiente interno, atônito, não oferecia opções para manifestações, greves ou outra forma de pressão. Os sindicatos e os funcionários contrários ao plano passaram então a relatar à imprensa e à classe política as mazelas do funcionalismo. Notas sobre suicídios supostamente motivados por pressões e relatos de perseguições internas começaram a aparecer na grande imprensa. O país acompanhava, atento, ao que se passava em uma de suas mais tradicionais organizações. João José Azevedo Curvello. Comunicação interna e cultura organizacional. São Paulo: Scortecci, 2002, p. 100 (com adaptações)

Com relação ao assunto abordado no texto acima, julgue os itens a seguir. 

A opinião pública manifesta-se e modifica-se de forma individual, e não implica o conhecimento do assunto sobre o qual se opina. Nela interferem valores psicológicos, sociológicos e históricos. Pode-se dizer que o país citado formou uma opinião pública, baseada nos relatos da mídia, sobre a organização apresentada.