Fazer questões

Questões por página: Imprimir


A partir da mudança mencionada no texto acima, espera-se que, seguindo a tendência do politicamente correto, as duplas de criação publicitária deixem de escolher modelos da raça negra como meros figurantes em seus anúncios.


Verifica-se que, nos anúncios publicitários de telefonia celular, são desconsiderados os costumes de uma cultura tradicional segundo as quais assuntos íntimos não seriam tratados por telefone, quanto mais no celular.

A privacidade das pessoas não é um tema afeito à comunicação de massa, mesmo com o auxílio das novas tecnologias. O você como apelo ao sujeito da maioria dos anúncios nada tem a ver com você mesmo. E aqueles anúncios do seu banco também privilegiam o institucional.


A incorporação de novas tecnologias pela sociedade criou a necessidade da regulação de limites pelos órgãos competentes, a título de responsabilidade social e de comportamento.


As novas tecnologias de comunicação transformam o espaço público em espaço privado, ou, ao contrário, criam a sensação de que o espaço privado é público.


A utilização do brainstorm (tempestade cerebral) nas agências de publicidade, para provocar idéias criativas, é uma evidência de que se acredita que a criatividade more em lugares recônditos e que não só a atividade criativa mas também a prática dos negócios sejam armas, em princípio, veladas, que se valem da retórica e da argumentação persuasiva para se imporem. 

27
Prova: Ministério das Comunicações
Ano: 2008    Banca: CESPE    Cargo: Publicidade e Propaganda
Disciplina: Publicidade e Propaganda
Assunto: Marketing


As atividades de marketing, em algumas de suas modalidades — relações públicas, publicidade, lobby, propaganda —, não são necessariamente transparentes e confirmam o ditado popular de que o segredo é a alma do negócio. Sendo assim, a comunicação mercadológica usa a transparência como utopia, até como um metamarketing.


Um briefing publicitário, feito pelo anunciante no contato com a agência publicitária que o atende, demonstra problemas de comunicação em momentos de crise econômica que ele pretende resolver na instituição, também com o auxílio da publicidade. 


Publicidade e maior controle estatal não marcham bem juntos: a publicidade acompanha a expansão do mercado, e o Estado restringe o mercado em momentos de crise. Já a propaganda poderá divulgar as razões dos governos, e não, as dos produtos.


No governo de Roosevelt, após a crise da bolsa de valores, em 1929, o New Deal foi uma estratégia criada pelas relações públicas governamentais para levantar o moral do povo norte-americano.