Fazer questões

Questões por página: Imprimir
11
Prova: IBGE
Ano: 2017    Banca: FGV    Cargo: Produção Gráfica/ Editorial
Disciplina: Produção Gráfica
Assunto: Suportes para Impressão e Cores
Desde os anos 1960, a empresa Pantone desenvolveu um guia de cores especiais para uso na indústria gráfica, padrão esse que hoje é aceito e utilizado universalmente. Nas últimas décadas, padrões desenvolvidos pela mesma empresa passaram a ser adotados em outros setores, como o têxtil, o de plásticos, o de arquitetura e o digital. A Pantone possui guias diversos para cada um desses setores.

O guia básico específico de cores especiais para a área gráfica é denominado:

12
O moiré é um defeito que provoca manchas regulares na imagem, causadas pela sobreimpressão das linhas de retículas convencionais nas diferentes cores de um impresso. A relação correta entre a angulação das retículas é fundamental para a boa impressão das imagens com mais de uma cor. Para que não ocorra a formação do moiré, é indicado que cada cor seja impressa com suas linhas de pontos em determinada inclinação. O preto, como a cor mais escura do conjunto, deve ter suas linhas na angulação que torna menos visível a interação com as demais cores; o amarelo, como a cor mais clara do conjunto, pode ter suas linhas na angulação que torna mais visível a interação com as demais cores, pois assim o moiré fica praticamente imperceptível.

As angulações corretas de aplicação das retículas convencionais nas cores preto e amarelo são:

13
O setor de fotolito sofreu uma profunda série de modificações nas duas últimas décadas, em especial com a adoção de sistemas de gravação direta de chapas e de impressão direta, que praticamente eliminaram da indústria gráfica os filmes fotográficos.

Mesmo que atualmente a preparação das imagens para a reprodução impressa possa ser integralmente realizada em ambiente digital, e que raramente as técnicas tradicionais de reprodução fotográfica da imagem ainda sejam utilizadas, o nome fotolito é originário das primeiras transferências fotográficas sobre:

14
Os custos gráficos são determinantes na escolha do sistema de provas em um trabalho impresso. A proximidade de cores, a viabilidade de execução, a necessidade de exatidão das provas e toda uma série de questões deve ser considerada para a escolha do sistema a ser utilizado.

No que se refere apenas ao aspecto econômico, a opção de menor custeio são as provas:


15
Prova: IBGE
Ano: 2017    Banca: FGV    Cargo: Produção Gráfica/ Editorial
Disciplina: Produção Gráfica
Assunto: Suportes para Impressão e Cores
A indústria papeleira brasileira trabalha seus formatos sobre as normas da ABNT, que, além de um padrão brasileiro, incorporou parte das normas alemãs DIN - Deutsche Industrie Norm.

A opção abaixo que apresenta as denominações básicas apenas das chamadas Séries Brasil é:

16
Prova: IBGE
Ano: 2017    Banca: FGV    Cargo: Produção Gráfica/ Editorial
Disciplina: Produção Gráfica
Assunto: Suportes para Impressão e Cores
Papéis possuem gramatura, o que expressa seu peso em g/m2, isso significa que o valor indicado é o de uma folha de 1 m2 medido em gramas. Alguns papéis têm seu peso expresso em quilogramas e, nesse caso, o peso é o de uma resma em tamanho padrão.

No caso da produção de um livro, com 128 páginas, com conteúdo integralmente em preto e branco, somente com texto e gráficos simples, a gramatura indicada para um papel do tipo offset para a impressão do miolo é:

17
Prova: IBGE
Ano: 2017    Banca: FGV    Cargo: Produção Gráfica/ Editorial
Disciplina: Produção Gráfica
Assunto: Suportes para Impressão e Cores
O papel é um dos mais importantes componentes de custo de um impresso. A escolha do suporte de impressão correto passa pelo conhecimento dos diferentes tipos existentes no mercado. Cada tipo de papel possui características próprias e é indicado para determinado grupo de trabalho.

A opção a seguir que descreve o papel de forma acertada é:

18
Prova: IBGE
Ano: 2017    Banca: FGV    Cargo: Produção Gráfica/ Editorial
Disciplina: Produção Gráfica
Assunto: Tipografia
Diferentes formatos de fontes viabilizaram o uso de tipologias no meio digital. PostScript, True Type ou Open Type são diferentes formatos desenvolvidos por empresas e parcerias entre elas. Uma infinidade de problemas foi gerada pelas interfaces entre os tipos de fontes e os diferentes sistemas operacionais nos quais elas eram utilizadas.

Esse problema foi superado em grande parte pela adoção:

19
Prova: IBGE
Ano: 2017    Banca: FGV    Cargo: Produção Gráfica/ Editorial
Disciplina: Produção Gráfica
Assunto: Tipografia
Até o século XVIII não havia sistemas para tipometria, cada casa impressora gerava seus tipos nos tamanhos que acreditava ser conveniente.

Sobre o surgimento e a consolidação dos sistemas de medição tipográfica, analise as afirmativas a seguir:

I. Todos os sistemas tipométricos clássicos utilizados no campo das artes gráficas são duodecimais.

II. As diferenças entre os sistemas Didot e Anglo-americano são motivadas pelas diferenças entre as polegadas francesa e inglesa.

III. O ponto é a unidade básica de todos, mas seu tamanho em milímetros varia em todos os três sistemas criados.

Está correto o que se afirma em:

20
Prova: IBGE
Ano: 2017    Banca: FGV    Cargo: Produção Gráfica/ Editorial
Disciplina: Produção Gráfica
Assunto: Tipografia
Jan Tschichold, um dos mais importantes estudiosos da tipografia, foi fortemente influenciado pelo pensamento da Bauhaus, e isso se reflete em seu clássico manual A nova tipografia, que busca atuar sobre o design de tipos de forma renovadora e impulsiona o uso de um conjunto de famílias tipográficas sem serifas.

O conjunto de famílias tipográficas no qual todas possuem essa característica é: