Fazer questões

Questões por página: Imprimir

O dilema ético típico no campo jornalístico é aquele que opõe um valor justo e bom a outro que, de início, apresenta-se como igualmente justo e bom. Nesse caso, o jornalista deve optar preferencialmente pelo valor que for de maior relevância para a notícia.

Os critérios e as motivações jornalísticas devem ser determinados pelos valores pessoais de cada profissional, e não necessariamente pelas normas deontológicas propriamente ditas.

123

A deontologia parte do pressuposto de que a vida profissional é alheia à norma ética.

124

O princípio da imparcialidade postula que a informação jornalística deve ser justa, estar livre de preconceitos, mostrar amplitude de critério e respeitar a verdade, bem como representar devidamente todo credo ou corrente de pensamento.

125

O texto jornalístico deve ser imparcial, entendendo-se que a neutralidade do jornalista deve preservar a natureza intrínseca dos fatos. 

126

A objetividade absoluta é, na prática, impossível. Tanto em veículos impressos quanto audiovisuais, o simples mecanismo de seleção das informações a serem divulgadas e o encadeamento dessas informações no discurso já eliminam a pretensa objetividade.

127

O texto informativo procura narrar concisamente os fatos, apresentando para o leitor uma síntese das informações relevantes para facilitar a compreensão, mesmo que isso signifique alterar o contexto da informação.