Fazer questões

Foram encontradas 106 questões

Questões por página: Imprimir
Assinale a opção incorreta.

A economia política da comunicação começa a se desenvolver nos anos 60, questionando, de início, os desequilíbrios dos fluxos de informação e produtos culturais entre os países desenvolvidos e em desenvolvimento. Nos anos 70, as políticas governamentais de democratização cultural e a idéia de serviço e monopólio públicos são confrontadas com a lógica comercial em um mercado que estava sendo globalizado, e a economia política vai tentar compreender o processo crescente de valorização das atividades culturais pelo capital.

Em face do assunto abordado no texto acima, julgue os itens a seguir.

  • I - Os estudos mais recentes acerca da teoria da informação têm origem na área da economia política da comunicação.
  • II - No período histórico citado no texto, várias pesquisas são realizadas para analisar a imbricação entre o complexo militar-industrial e a indústria da comunicação.
  • III - Também na época histórica referida no texto, na América Latina, desenvolve-se a teoria da dependência, que vai refletir-se nas estratégias de desenvolvimento dos países.
  • IV - Durante os anos 70 do século XX, na área de comunicação, difundiram-se diversos estudos acerca da questão do imperialismo cultural.
  • V - A teoria da dependência propiciou o estudo do desenvolvimento dos países da América Latina, os quais influenciaram a formação do MERCOSUL.

Estão certos apenas os itens

A indústria cultural fixa de maneira exemplar a derrocada da cultura, sua queda na mercadoria. A transformação do ato cultural em valor suprime sua função crítica e nele dissolve os traços de uma experiência autêntica. A produção industrial sela a degradação do papel filosófico-existencial da cultura.

Considerando o tema do texto acima, é correto afirmar que

A respeito do papel e do funcionamento da comunicação na sociedade, pode-se afirmar que

Um dos dilemas da ética jornalística contemporânea é o(a)

Quem diz o quê, por que canal e com que efeito? Com essa fórmula, que o tornou célebre e que aparentemente não apresenta ambigüidade, um teórico, em 1948, dota a sociologia funcionalista da mídia de um quadro conceitual que, até então, alinhava apenas uma série de estudos de caráter monográfico. Armand e Michèle Mattelart. História das teorias de comunicação. p. 40 (com adaptações).

O texto acima refere-se a