D.com - Dicionário de comunicação social

Nosso Dicionário de Comunicação Social On-Line - D.Com tem a finalidade de acumular todas as terminologias úteis e jargões das áreas de jornalismo, publicidade e propaganda, relações públicas e comunicação social, além de neologismos que surgiram com o advento da internet e das novas tecnologias. Por isso, está em constante atualização e aprimoramento.

para a tag "Teorias da Comunicação"

Cultura da Convegência

O termo Cultura da Convergência definido por Henry Jenkins discute questões ligadas: à colisão das velhas e das novas mídias; ao cruzamento da mídia corporativa e à alternativa; e à interação imprevisível entre o poder do produtor de mídia e o poder do consumidor. Nesse contexto, surgem três conceitos: (click no título/link para ver a definição completa)

(clique no título/link para ver a definição completa)

Indústria da Consciência

Teoria de Hans Magnus Enzensberger, importante teórico na área da Comunicação Ligado à Escola de Frankfurt. Em sua obra “Elementos para uma teoria dos meios de comunicação” ele denomina os meios de comunicação como indústria da consciência. A indústria da consciência surgiu nos últimos cem anos. Embora o nome indique a origem daquele "produto social", a consciência, ela situa-se além de qualquer indústria. (click no título/link para ver a definição completa)

(clique no título/link para ver a definição completa)

Dialogismo e Teoria da Enunciação

Dialogismo é o conceito central, elaborado por Mikhail Bakhtin, que estabelece a relação entre linguagem, sujeito e vida. O pensamento bakhtiniano (crítica ao objetivismo abstrato identificado com Saussure) é invocado pelas teorias da comunicação, pelas diferentes análises do texto e do discurso, pragmática, sociolinguística, linguística aplicada e outros. (click no título/link para ver a definição completa)

(clique no título/link para ver a definição completa)

Glocalização

Glocalização é um neologismo resultante da fusão dos termos global e local. Refere-se à presença da dimensão local na produção de uma cultura global. O "local" foi definido por Manuel Castells como os "nós" - nós de valor acrescentado aos fluxos econômicos e lugares de vida social. Segundo Paul Soriano, no "glocal, " o "local" representaria os "nós" da rede global e integra as resistências mas também as contribuições das formações identitárias locais e regionais à globalização. (click no título/link para ver a definição completa)

(clique no título/link para ver a definição completa)

Acontecimento

Matéria fundamental para a produção midiática. Conceito no qual se articulam múltiplas conjunções sociais: de caráter epistemológico, linguístico e temporal. Pode-se falar em acontecimentos midiáticos, memoráveis ou históricos. Contudo, nem todo acontecimento é objeto da mídia, assim como nem todo acontecimento midiático se torna emblemático ou histórico.

(clique no título/link para ver a definição completa)

Ação Cultural

Conceito de cultura como obra produzida por alguns para ser difundida, preservada e tornar-se conhecida por outros. Termo vinculado à noção de política cultural (conjunto de ações coordenadas, a partir de determinados objetivos e finalidades que o Estado ou uma instituição, pública ou privada, desenvolvem para promover o acesso a bens culturais).  (click no título/link para ver a definição completa)

(clique no título/link para ver a definição completa)

Kitsch

O kitsch não nasce em consequência da elevação da cultura de elite sobre níveis sempre mais impérvios; o processo é totalmente inverso. A indústria de uma cultura de consumo dirigida para a provocação de efeitos nasce antes da própria invenção da imprensa". Eco O termo kitsch vem sendo tratado por vários pensadores contemporâneos, em discussões acerca da vida cotidiana marcada pelos meios de comunicação, assim como o capitalismo, a sociedade moderna e os bens de consumo. (click no título/link para ver a definição completa)

(clique no título/link para ver a definição completa)

Panóptico

Termo utilizado pela primeira vez em 1875 pelo filósofo inglês Jeremy Bentham para designar uma penitenciária ideal, que permite a um único vigilante observar todos os prisioneiros, sem que estes possam saber se estão ou não sendo observados. Dessa maneira, o medo e o receio de não saberem se estão a ser observados leva-os a adotar o comportamento desejado pelo vigilante. (click no título/link para ver a definição completa)

(clique no título/link para ver a definição completa)

Teoria de Luhmann

Considera que tudo se explica pelo significado de sistema e ambiente, com exceção do mundo, que é fonte de toda a complexidade. Luhmann entende que os sistemas sociais são constituídos por significados, processados via comunicação e os sistemas psíquicos são constituídos de significados processados pela consciência. (click no título/link para ver a definição completa)

(clique no título/link para ver a definição completa)

Mainstream

Mainstream ("corrente principal ou fluxo principal") ou Cultura da massa designa o pensamento ou gosto corrente da maioria da população (uma tendência ou moda principal e dominante). É usado para definir algo que é comum e/ou muito usual; algo que é familiar às massas; algo que está disponível ao público geral; ou algo a que tem laços comerciais. uma tendência ou moda principal e dominante. (click no título/link para ver a definição completa)

(clique no título/link para ver a definição completa)