D.com - Dicionário de comunicação social

Nosso Dicionário de Comunicação Social On-Line - D.Com tem a finalidade de acumular todas as terminologias úteis e jargões das áreas de jornalismo, publicidade e propaganda, relações públicas e comunicação social, além de neologismos que surgiram com o advento da internet e das novas tecnologias. Por isso, está em constante atualização e aprimoramento.

Videocast

Videocast (videopodcast ) é um conceito intimamente relacionado ao podcasting , o que o diferencia da natureza multimídia do videocast em relação ao podcast (que é somente áudio). O videocast é uma técnica multimídia que permite transmitir informações de áudio e vídeo através de uma transmissão digital geralmente feita pela internet. Para realizar esta comunicação, é necessário um servidor de streaming , um canal de comunicação e um cliente que pode ser um computador, dispositivo móvel ou qualquer terminal conectado à internet com a capacidade de reproduzir e ter a transmissão no momento em que for necessário. É comum o uso de mpg ou mp4 para codificar a informação. 

Widget

Um widget é um componente de uma interface gráfica do usuário, que inclui janelas, botões, menus, ícones, barras de rolagem entre outros. Os widgets são também pequenos aplicativos que flutuam pela área de trabalho e fornecem funcionalidade específicas ao utilizador (previsão do tempo, cotação de moedas, relógio etc.).  Alguns widgets tem por objetivo receber dados do usuário e com isso gerar algum tipo de registro, como os controles de formulário. Componentes como entrada de texto, caixa de seleção, menu de seleção, botões de múltipla escolha e outros são capazes de definir a natureza dos dados a serem coletados, e dessa forma enumerar todas as possibilidades de dados a serem apresentados pelo usuário. 

Planografia

Nos sistemas planográficos, a matriz é plana. O princípio básico do sistema planográfico é a incompatibilidade reciproca entre água e substâncias gordurosas, de modo que as zonas impressoras sobre a fôrma atraem a tinta gordurosa e repelem a água e as zonas não impressoras fazem o contrário.É através de fenômenos físico-químicos de repulsão e atração que os elementos utilizados (tinta e água) se alojam nas áreas gravadas para sua reprodução no suporte. Por isso que a matriz é plana. Dois exemplos desse tipo de impressão são o offset e a litografia.

Técnica de Delphi

A técnica de Delphi parte do pressuposto de que informações levantadas por especialistas são mais acertadas em comparação às feitas por grupos que não são bem estruturados. Dessa forma, cria-se um círculo com várias pessoas anônimas, gerenciadas por um intermediador, que é o responsável por fazer a comunicação fluir. Inicialmente, o pesquisador apresenta um resumo referente os objetivos e metas desejadas. Então cada membro retorna com as questões que acha relevante, e assim se procede até que exista um consenso na equipe. Por fim, o resultado é um conjunto de informações que expressam o ponto de vista da maioria, ou até da minoria, caso essa minoria tenha plena convicção acerca do que foi levantado

Papel-da-Índia

Papel-da-Índia - ou bíblia - é opaco, extremamente fino e resistente, utilizado em bíblias e obras muito grandes para diminuir o volume. Fabricado com celulose branqueada com a adição de carga mineral adequada para dar elevada opacidade, alisado, gramatura geralmente não excedendo 45 g/m2. É utilizado na confecção de bíblias e similares, comercializado na revenda e diretamente para as gráficas e editoras.

Bouffant

Usado principalmente para impressão de livros em tipografia, e para serviços de mimeografia. É comercializado pela revenda e diretamente às gráficas e editoras, principalmente nos formatos 87x114 cm., 66x96 cm., 76x112 cm., e 67x90 cm., de 63 a 110 g/m2. É fabricado com celulose branqueada e elevada carga mineral, geralmente ao redor de 20% de cinzas, absorvente e bem encorpado, normalmente pouco alisado. 

Pergaminho Vegetal

É um papel de fibras puras e grande resistência. Possui alta resistência a tração e a temperatura.. Possui aparência de nuvem apergaminada não ressecada, translúcido, Ph Neutro, grande versatilidade, ótimo para confecção de capa de volumes, certificados e diplomas, cartões de visita, menus, calendários, catálogos, edições de prestígio, etiquetas de moda, jóias e perfumaria, embalagens de luxo e produtos de artesanato e decoração, e muito usado na produção de embalagens para proteção de substâncias gordurosas, devido a sua baixa permeabilidade.

Cartão Bristol

É o cartão de fabricado normalmente pela colagem de duas folhas de papel monolúcido. Muito comum em cartão de visitas e convites. É chamado também genericamente de cartão branco, ou cartolina branca. Fabricado em menor escala com uma folha só super-calandrada, sendo neste caso, menos rígido, menos encorpado e por isso, menos reputado. Comercializado nos formatos 55 x 73, 50 x 65 e 56 x 76 cm, nos pesos 180, 240, 290 e 340 g/m2. 

Denunciar

Atribuir a responsabilidade de (ação criminal ou demeritória) a alguém ou a si mesmo. Tornar conhecido; difundir, propagar, anunciar.

Pronunciar

Expressar oralmente; proferir; articular. Emitir opinião; manifestar-se.

Todos os direitos reservados (C) 2015 Comuniqueiro