D.com - Dicionário de comunicação social

Nosso Dicionário de Comunicação Social On-Line - D.Com tem a finalidade de acumular todas as terminologias úteis e jargões das áreas de jornalismo, publicidade e propaganda, relações públicas e comunicação social, além de neologismos que surgiram com o advento da internet e das novas tecnologias. Por isso, está em constante atualização e aprimoramento.

para a tag "comunicação organizacional"

SWOT

Técnica para obter diagnóstico de uma organização. Avalia os pontos fortes (Strenghts) e fracos (Weakeness) do ambiente interno e indica as oportunidades (Oportunities) e ameaças (Treats) do ambiente externo. O planejamento estratégico é feito com base no diagnóstico do SWOT.

Estratégias

Nas organizações, são as táticas elaboradas e aplicadas pelo assessor de imprensa no surgimento de nova necessidade de comunicação entre o cliente e seus públicos.

Planejamento

É a definição de metas, objetivos, públicos-alvo e políticas de uma instituição. Processo sistemático de pensamento, no sentido da criação de um modelo a ser seguido em uma ação específica. No planejamento estão contidos o plano, programa e projeto. Função administrativa cuja a essência é a elaboração de planos, tendo em vista os objetivos e diretrizes da empresa. A identificação da realidade organizacional é uma das etapas mais importantes do planejamento nas Relações Públicas. O levantamento de informações é umportante no planejamento porque fornece dados que, quando analisados, levam à construção de um diagnóstico correto da organização. Na área da comunicação, o planejamento é fundamental para reduzir os riscos de erro e permitir que os resultados de cada ação sejam acompanhados e avaliados.

Política

Conjunto de normas, definidas na fase do planejamento, que fundamentam a atividade de comunicação institucional. Dá origem a planos e estratégias da organização.

Público

São os indivíduos aos quais se destina determinada mensagem. É o conjunto de pessoas com interesses comuns que são atingidos pelas ações de uma organização. Seus atos afetam, direta ou indiretamente, os interesses da organização. Os públicos de uma empresa ou entidade podem ser divididos em: Interno (funcionários e chefias), Externo (clientes, consumidores, governo, imprensa, associações de classe) e Misto (acionistas).

Web Corporativa

Site que serve como a representante oficial de uma marca na internet, geralmente, é a landing page das mensagens publicitárias da marca.

Stakeholder

São os públicos estratégicos de uma organização. São as partes interessadas que devem estar de acordo com as práticas de governança corporativa executadas pela empresa. Eles influenciam os negócios de uma empresa e são por ela afetados. Ou ainda segmentos que mantêm relações diretas ou indiretas com ações da organização. Alguns exemplos possíveis de stakeholders de uma empresa são: acionistas, donos, investidores, empregados, fornecedores, sindicatos, associações, comunidades onde a empresa tem operações: associações de vizinhos, governos, ONGs, concorrentes etc.

House Organ

(Jornal de Empresa). Órgão de imprensa empresarial. É um veículo gratuito, impresso ou eletrônico, dirigido para públicos definidos (internos e/ou externos) da organização. Pode se destinar a empregados, clientes, sócios ou revendedores. O house organ é um periódico de comunicação institucional  que pode informar públicos específicos a respeito de suas atividades, promover o sentimento comunitário, educar e motivar funcionários, defender posicionamentos etc.