D.com - Dicionário de comunicação social

Nosso Dicionário de Comunicação Social On-Line - D.Com tem a finalidade de acumular todas as terminologias úteis e jargões das áreas de jornalismo, publicidade e propaganda, relações públicas e comunicação social, além de neologismos que surgiram com o advento da internet e das novas tecnologias. Por isso, está em constante atualização e aprimoramento.

E-mail Marketing

O e-mail marketing ou publicidade por correio eletrônico é a utilização do e-mail como ferramenta de marketing direto, respeitando normas e procedimentos pré-definidos, analisando o retorno gerado através de relatórios e análises gráficas gerando campanhas cada vez mais otimizadas. É comumente utilizado através de ferramentas próprias para tal uso, chamadas de autorresponder individual ou em conjunto de funções, que possuem construtor de páginas, área de membros, notificações em redes sociais, etc, tudo em um só lugar.

Marketing de Mídias Sociais

Marketing de mídias sociais engloba criação de conteúdo memorável, único e com potencial para virar notícia. Este conteúdo pode então ser espalhado através de sua popularização, ou até pela criação e veiculação de vídeos "virais" no YouTube, por exemplo.

Trackback

Ligação de retorno, link de retorno ou Trackback, algo como caminho de volta, é um recurso utilizado em weblogs. Trackback é um dos três tipos de Linkbacks que existem. Trata-se de um post feito num determinado blog em "resposta" a algum outro post, que pode ser de outro blog. Geralmente ligações de retorno aparecem no post original como comentário, como se fosse uma conversa. Muitos sistemas de blog como Wordpress e Blogger suportam envio e recebimento de trackbacks. A ferramenta também passou a ser adotada por agências de notícias.

Marketing de Conteúdo

Marketing de conteúdo é uma abordagem estratégica de marketing focada em criar e distribuir conteúdo valioso, relevante e consistente para atrair e reter um público-alvo claramente definido — e, em última análise, conduzi-los a ações rentáveis como consumidores.

É o processo de criar, publicar e promover conteúdos personalizados para seu cliente, esse é um método de marketing que se baseia na formação de um público fiel por meio da criação e compartilhamento de conteúdo.  É uma maneira de engajar seu público-alvo e crescer sua rede de clientes e potenciais clientes por meio da criação de conteúdo relevante e valioso.  Você atrai, envolve e gera valor para as pessoas de modo a criar uma percepção positiva da sua marca e, assim, gerar mais negócios. O Inbound Marketing é a principal estratégia de Marketing Digital da atualidade. E, dentro dele, está o Marketing de Conteúdo.

O conceito se baseia em gerar fidelização dos clientes e entregar informações valiosas de maneira consistente. O conteúdo é produzido pelas marcas visando aproximar-se do cliente e sanar as dúvidas/objeções e dicas ao longo do funil de vendas, mas sem intenção comercial direta, e sim educacional. Pode ser publicado em diferentes formatos tanto off-line (revistas impressas, eventos presenciais etc.) como on-line (vídeos, white papers, ebooks, posts, guias, artigos, webinars etc.). Não é focado exclusivamente em vendas, em compartilhamento de conteúdo relevante e útil.

Mídia Indoor

É uma tendência de mercado que trata de anunciar em shopping centers, academias, aeroportos, elevadores. Por terem grande circulação de pessoas, espaços como esses atualmente são alvos de uma publicidade constantemente preocupada em dialogar com o público. Esse tipo de publicidade é uma opção de investimento para empresas que buscam pelo contato com um público-alvo bem específico, presente nos mais diversos estabelecimentos. Uma das principais vantagens dessa publicidade é a facilidade em segmentar o público na divulgação de marcas, produtos e serviços. Os anunciantes planejam a forma mais adequada de se comunicar com um público específico – o que torna a publicidade mais eficaz. Desse modo, a mídia indoor está presente nos mesmo lugares onde está o público-alvo.

Outdoor

Outdoor é um painel publicitário, analógico ou digital, de divulgação publicitária colocado no exterior de grandes dimensões, sobretudo em placas modulares, disposto em locais de grande visibilidade, como à beira de rodovias ou nas empenas de edifícios nas cidades. Contudo, nem toda mídia exterior é comercialmente chamada de outdoor. Painéis rodoviários, empenas, bandeiras, lonas, frontlights, backlights e totens, são outros exemplos de mídia exterior, popular e erroneamente chamadas de outdoor.

Fluxo Diagonal

Trata-se de mensagens trocadas entre um supervisor e um subordinado localizado em outra área/ departamento. Tipo de comunicação comum em organizações mais abertas. Esse tipo de comunicação é delicado e também pode causar problemas pois pode ser considerado como forma de comunicação em que se passa por cima de uma hierarquia.

Marketing de Resposta Direta

O marketing de resposta direta é planejado para provocar uma resposta imediata e levar os prospects a realizar alguma ação específica, como se cadastrar em sua lista de e-mails, pegar o telefone e ligar para obter mais informações, fazer um pedido ou ser direcionado para uma página da internet. É uma ferramenta de propaganda implementada com o objetivo específico de ativar, de modo dirigido, individual e controlado, os consumidores de uma empresa ou seus canais de distribuição.

Videocast

Videocast (videopodcast ) é um conceito intimamente relacionado ao podcasting , o que o diferencia da natureza multimídia do videocast em relação ao podcast (que é somente áudio). O videocast é uma técnica multimídia que permite transmitir informações de áudio e vídeo através de uma transmissão digital geralmente feita pela internet. Para realizar esta comunicação, é necessário um servidor de streaming , um canal de comunicação e um cliente que pode ser um computador, dispositivo móvel ou qualquer terminal conectado à internet com a capacidade de reproduzir e ter a transmissão no momento em que for necessário. É comum o uso de mpg ou mp4 para codificar a informação. 

Widget

Um widget é um componente de uma interface gráfica do usuário, que inclui janelas, botões, menus, ícones, barras de rolagem entre outros. Os widgets são também pequenos aplicativos que flutuam pela área de trabalho e fornecem funcionalidade específicas ao utilizador (previsão do tempo, cotação de moedas, relógio etc.).  Alguns widgets tem por objetivo receber dados do usuário e com isso gerar algum tipo de registro, como os controles de formulário. Componentes como entrada de texto, caixa de seleção, menu de seleção, botões de múltipla escolha e outros são capazes de definir a natureza dos dados a serem coletados, e dessa forma enumerar todas as possibilidades de dados a serem apresentados pelo usuário. 

Todos os direitos reservados (C) 2015 Comuniqueiro