D.com - Dicionário de comunicação social

Nosso Dicionário de Comunicação Social On-Line - D.Com tem a finalidade de acumular todas as terminologias úteis e jargões das áreas de jornalismo, publicidade e propaganda, relações públicas e comunicação social, além de neologismos que surgiram com o advento da internet e das novas tecnologias. Por isso, está em constante atualização e aprimoramento.

Artigo de Fundo

Editorial mais extenso e mais analítico.

Artigo

Texto opinativo e geralmente assinado que desenvolve uma ideia ou comenta um assunto. Depende de critérios editoriais e não é necessariamente jornalístico, ou escrito por jornalista. É de responsabilidade exclusiva do autor e pode expressar opiniões diferentes das emitidas pela publicação. Normalmente, existem articulistas fixos, contratados ou convidados pelo veículo, além de leitores que oferecem colaboração.

Articulista

Profisssional que escreve artigos para jornais e revistas.

Arte Final

Acabamento final de um trabalho de arte destinado à produção gráfica, com indicações sobre áreas de retícula, fotografia a ser inserida, ampliações, reduções. Trabalho desenhado e montado quando esta pronto para ser reproduzido. Pode ser  ilustração, anúncio, cartaz, página de jornal ou revista, capa de livro ou disco.

Arejado

Texto da página diagramada com harmoniosa distribuição de claros. Possui aspecto leve, atraente e não muito carregado ou compacto.

Área Crítica

Conhecida também com "área à salvo". Faixa de imagem determinada pela diferença entre a área de visão dos monitores da emissora e a área reproduzida nos receptores domésticos.

Apresentador

O apresentador convencional do início da televisão e do rádio era um radialista que apresentava as atrações em um programa. Ele introduzia os principais tópicos do conteúdo dos programas, apresentava os entrevistados, entrevistava, anunciava os próximos segmentos do programa entre outros. Não era necessariamente um jornalista. Atualmente, é um jornalista com habilitação específica. Ele participa da preparação e da edição do programa e, no vídeo, acrescenta informações, realça ângulos interessantes e interpreta os fatos.


Apropriação

São os documentos submetidos previamente ao anunciante, para que este aprove o lançamento da campanha. Contém orçamento detalhado de mídia, com dados sobre a distribuição da verba aos diversos veículos, indicando o formato ou tempo de cada anúncio, os dias, os horários e o número de inserções, custo unitário, e custo bruto por veículo, por áreas geográficas e por tipo de mídia, custo bruto total, valor dos impostos devidos e a comissão da agência. 

Apelo

Atração dominante de um produto, aos olhos do consumidor. Peculiaridade capaz de estimular o consumidor, através dos sentimentos ou da razão, para que ele adquira um produto ou faça uso de um serviço.

Apara

Sobra de papel, cortada pela guilhotina, por exceder à linha de corte de um trabalho impresso.

Todos os direitos reservados (C) 2015 Comuniqueiro