D.com - Dicionário de comunicação social

Nosso Dicionário de Comunicação Social On-Line - D.Com tem a finalidade de acumular todas as terminologias úteis e jargões das áreas de jornalismo, publicidade e propaganda, relações públicas e comunicação social, além de neologismos que surgiram com o advento da internet e das novas tecnologias. Por isso, está em constante atualização e aprimoramento.

Cultura Organizacional

A cultura organizacional é formada por seus valores éticos e morais, princípios, crenças, políticas internas e externas, sistemas, e clima organizacional. São “regras” que todos os membros dessa organização devem seguir e adotar como diretrizes e premissas para guiar seu trabalho. 

Custo por Mil

A estimativa denominada custo por mil, ferramenta que auxilia as decisões do plano de mídia, consiste em pesquisa comparativa entre níveis de audiência e preços de tabela dos veículos de comunicação para a apuração do percentual de investimento per capita que o anunciante faz em propaganda.

DAB

Sigla em inglês para Transmissões Sonoras Digitalizadas, uma nova tecnologia que permite o aumento do número de emissoras transmitindo em determinada área, com alta qualidade de som, semelhante à dos CD's, e sem interferências.

Dashboard

A área de administração do blog ou qualquer outra aplicação que permite que publique, verifique o tráfego, upload de arquivos, gerenciar os comentários, etc.  

Clichê

É a matriz da tipografia. É sinônimo de edição. Para imprimir cada página de jornal era usado um clichê (placa de metal com relevo) onde eram dispostos os tipos metálicos manualmente, formando frases e colunas, como se fosse um carimbo. Hoje, é comum fazer um segundo ou terceiro clichê para atualizar a edição com matérias importantes que surgiram depois do fechamento do jornal. 

Decibel

Unidade de medida relativa entre dois níveis de potência. Para medir o som costuma-se adotar como ponto de referência a mínima potência acústica perceptível pelo ouvido humano. 

Deep Background

Envolve a obrigação de o jornalista não usar qualquer tipo de atribuição específica naquilo que escreve, devendo o texto ser enquadrado em termos de “é entendido como…” ou “sabe-se que…”. Permite à fonte uma grande franqueza mas pressupõe que o jornalista assuma também uma grande responsabilidade no que escreve.

Defaut

Modo de exibição padrão

Deixa

Ponto de edição. Palavras finais da matéria que indicam ao diretor de tevê, ao apresentador (locutor) e ao operador de som o momento em que outro trecho da informação deve ir ao ar, ou o de cortar para a reportagem seguinte. Marcação das últimas palavras para indicar onde acaba um take.

Demo

Programa usado apenas para demostração. Normalmente não contém todas as funções do programa completo, ou é liberado seu uso por tempo determinado.

Todos os direitos reservados (C) 2015 Comuniqueiro