D.com - Dicionário de comunicação social

Nosso Dicionário de Comunicação Social On-Line - D.Com tem a finalidade de acumular todas as terminologias úteis e jargões das áreas de jornalismo, publicidade e propaganda, relações públicas e comunicação social, além de neologismos que surgiram com o advento da internet e das novas tecnologias. Por isso, está em constante atualização e aprimoramento.

Fato Jornalístico

Na transposição de um jornalismo ligado às causas políticas para um com características de negócio, passa-se a oferecer notícias, baseadas em “fatos” e não nas “opiniões”/“valores”. Entre um fato e uma declaração deve-se preferir o primeiro.

Feature

Matérias leves ou feature são textos com informações pitorescas ou inusitadas, que não prejudicam ou colocam ninguém em risco; muitas vezes este tipo de matéria beira o entretenimento. É uma reportagem especial, mais atemporal,  que aprofunda algum assunto de grande interesse. Pode ser um perfil, uma história de interesse humano, uma entrevista. Ele vai além do caráter factual (informativo) e imediato da notícia. No jornalismo impresso costuma vir com uma ilustração e em um box.

Fechamento

Também conhecida como deadline ou "hora do deus-nos-acuda".

Telejornalismo: Momento de fechar o espelho, montar o script do jornal, checar a operação e dar as últimas coordenadas para que o telejornal fique pronto dentro do prazo.

Imprensa: Prazo para o encerramento dos trabalhos de edição de um jornal, revista. É a conclusão dos trabalhos de redação e diagramação ou de composição e paginação. A partir do fechamento, nada mais pode ser alterado, a não ser em casos especiais, em que é inevitável a inclusão de notícia importante de última hora, ou é necessário a retirada de uma notícia não confirmada ou que não seja de interesse da empresa. 

Chefe de Reportagem

1. Subordinado ao editor-chefe, é o profissional que coordena, orienta e supervisiona o andamento das pautas, e determina o que os repórteres devem fazer. O cargo vem sendo substituído nas redações pelo de editor-assistente, que é responsável pela produção das reportagens.

2. No radialismo organiza e orienta trabalho dos repórteres, ordenando de modo dinâmico e racional a base do processo de produção radiojornalística.

Chat

Termo utilizado para designar serviços onde usuários de redes de computador podem trocar mensagens em tempo real na forma de conversa escrita na tela. A maioria das redes de computadores permite a realização de "conversas"entre seus usuários.

Chapéu

É uma palavra, nome ou expressão, sempre sublinhada, usada acima do título da reportagem. É utilizada, em corpo pequeno, para caracterizar o assunto ou personagem da notícia, e atuar como estímulo a leitura. Costuma ser repetido nas páginas seguintes para dar unicidade a edição. A Rúbrica, também chamada de chapéu, identifica a editoria.

Chamada

Pequeno texto na capa dos jornais, internet, ou junto ao índice das revistas. É um dos textos mais importantes do jornal, serve para chamar a atenção do leitor para as matérias mais importantes nas páginas internas. Na Televisão, o conjunto de chamadas que abre o noticiário recebe o nome de Escalada. É o texto sobre os destaques do telejornal, transmitido na programação normal da emissora, para chamar a atenção do telespectador.

Cartola

O mesmo que retranca ou chapéu. Uma ou mais palavras usadas para definir o assunto da matéria. É usada sobre o título do texto.

Capitular

Capitular é uma letra de corpo bem superior ao do restante da composição e é normalmente empregada na abertura de um texto ou para marcar o início de cada capítulo de um livro.

Campanha

É um dos instrumentos de estratégia da gestão da comunicação e tem por objetivo alcançar uma meta definida a partir da integração de uma séria de instrumentos e ações em um prazo previamente determinado e com um objetivo claramente definido. A criação de um slogan e de uma identidade visual, que promovam imediata relação com a mensagem que está sendo transmitida, são marcas fortes de uma campanha.

Todos os direitos reservados (C) 2015 Comuniqueiro