D.com - Dicionário de comunicação social

Nosso Dicionário de Comunicação Social On-Line - D.Com tem a finalidade de acumular todas as terminologias úteis e jargões das áreas de jornalismo, publicidade e propaganda, relações públicas e comunicação social, além de neologismos que surgiram com o advento da internet e das novas tecnologias. Por isso, está em constante atualização e aprimoramento.

para a tag "Teorias da Comunicação"

New Journalism (Jornalismo Literário)

New Journalism (Jornalismo Literário ou Novo Jornalismo), ou ainda, Literatura não-ficcional, Não-ficção criativa, Literatura da realidade, Jornalismo em profundidade, Jornalismo Diversional, Reportagem-ensaio, Jornalismo de Autor é um gênero jornalístico surgido na imprensa dos Estados Unidos, na década de 60, que tem como principais expoentes Tom Wolfe, Gay Talese, Norman Mailer e Truman Capote. É uma especialização do jornalismo feita com a arte da literatura. Classificado como romance de não-ficção, sua principal característica é misturar a narrativa jornalística com a literária. Uma das publicações que popularizaram o novo estilo foi a revista The New Yorker.

(clique no título/link para ver a definição completa)

Newsmaking

O jornalismo é uma construção da realidade. Sendo assim, no trabalho da enunciação, os jornalistas produzem os discursos, que, submetidos a uma série de operações e pressões sociais, constituem o que o senso comum das redações chama de notícia. O Newsmaking é um aperfeiçoando as investigações do Gatekeeper. Ele investiga com maior detalhe a cultura de trabalho dos profissionais de mídia. estudando o processo de industrialização das informações fornecidas pela realidade, processo este utilizado pelos profissionais da mídia para avaliar o valor de uma informação como notícia.

(clique no título/link para ver a definição completa)

Noticiabilidade

Noticiabilidade é um conjunto de requisitos relativos aos acontecimentos - do ponto de vista das rotinas de produção e da ideologia profissional dos jornalistas - que lhes conferem as características básicas de uma notícia. O termo Noticiabilidade está normalmente vinculado aos processos de rotinização e de estandardização das práticas produtivas. Ela está sempre subordinada aos interesses e necessidades do jornal.

(clique no título/link para ver a definição completa)

Gatekeeper

Gatekeeper (guardião do portão) o responsável por definir os atributos de relevância em uma redação jornalística. É aquele  que seleciona, escolhe, decide seja na redação ou na hora de redigir o texto, os fatos que virarão notícia. O gatekeeping é uma das teorias do jornalismo estudada por David Manning White em 1950. Nela foram analisados o comportamento dos profissionais da comunicação, investigando os critérios utilizados para se divulgar ou não uma notícia. 

(clique no título/link para ver a definição completa)

Inteligência Coletiva

Inteligência coletiva é um conceito surgido a partir dos debates promovidos por Pierre Lévy sobre as tecnologias da inteligência, caracterizado por um novo tipo pensamento sustentado por conexões sociais que são viáveis através da utilização das redes abertas de computação da Internet. 

(clique no título/link para ver a definição completa)

Latência

É uma avaliação do estado de ‘hibernação’ da opinião pública em oposição a ‘ativação’. Um fenômeno de opinião pública latente é aquele que existe um potencial para uma manifestação, mas ainda não ouve explicitação da opinião, ou seja, ainda não se tornou pública. A latência é uma propriedade muito difícil de ser identificada e geralmente é ativada quando um elemento novo e polêmico entra na discussão pública.

(clique no título/link para ver a definição completa)

Dissonância Cognitiva

A Teoria da Dissonância Cognitiva foi publicada em 1957, por Leon Festiger. A Teoria de Festinger basea-se na premissa de que toda pessoa tenta manter um estado de consonância, ou seja, de consistência cognitiva. Toda pessoa tenta estabelecer uma coerência entre pensar e agir.

(clique no título/link para ver a definição completa)

Esfera Pública

É a dimensão onde os assuntos públicos são discutidos pelos atores públicos e privados. Esse processo forma a opinião pública que age como uma força da sociedade civil no sentido de pressionar os governos de acordo com seus anseios. Para Jürgen Habermas, a esfera pública corresponderia ao espaço social de representação pública, ou esfera de visibilidade pública. 

(clique no título/link para ver a definição completa)