D.com - Dicionário de comunicação social

Nosso Dicionário de Comunicação Social On-Line - D.Com tem a finalidade de acumular todas as terminologias úteis e jargões das áreas de jornalismo, publicidade e propaganda, relações públicas e comunicação social, além de neologismos que surgiram com o advento da internet e das novas tecnologias. Por isso, está em constante atualização e aprimoramento.

para a tag "Teorias da Comunicação"

Noção de Comunicação

Proposta teórica de G. Mead, da Escola de Chicago, na qual a noção de comunicação seria configurada pela dinâmica de mútua afetação e de reflexidade. A partir de gestos dotados  de significados, o indivíduo afeta o outro quando interagem, e simultâneamente se vê afetado no processo, colocando-se no lugar do outro para tentar antecipar sua conduto e poder transformar a própria atuação.

(clique no título/link para ver a definição completa)

Mass Communication Research

Mass Communication Research se refere ao aglomerado de pesquisas e teorias que se deu nos EUA a partir de 1920, coincidindo com o surgimento das comunicações de massa.  

As pesquisas eram encomendadas por governos, forças armadas ou grandes empresas no conturbado período entre guerras (crise econômica nos EUA, ascensão dos regimes totalitários na Europa).   

(clique no título/link para ver a definição completa)

Efeito Túnel

Efeito dos mecanismos de busca e redes sociais que faz as pessoas só interagirem com pessoas parecidas que compartilham opiniões semelhantes. Para isso, empresas como Facebook e Google selecionam o conteúdo exposto no browser do usuário, mesmo sem ele estar loggado ou usando o computador próprio, fazendo uma pré-seleção do conteúdo baseado diversos fatores como localização e tipo de computador usado.

(clique no título/link para ver a definição completa)

Ação Comunicativa

Teoria desenvolvida pelo filósofo e sociólogo da Escola de Frankfurt, Jürgen Habermas. Nela, Habermas introduz o conceito de razão comunicativa, contrapondo-se à ideia de que a razão instrumental constitua a própria racionalização da sociedade ou o único padrão de racionalização possível.



(clique no título/link para ver a definição completa)

Semiose

A semiose define a ação e a atividade dos signos. Termo foi introduzido por Charles Sanders Peirce para delimitar seu o objeto de estudo dentro da semiótica. Nesse contexto, o estudo da semiose serve para designar o processo de significação, a produção de significados. A semiose é qualquer ação ou influência para sentido comunicante pelo estabelecimento de relações entre signos que podem ser interpretados por alguma audiência

(clique no título/link para ver a definição completa)

Teoria Organizacional

O trabalho jornalístico depende dos meios utilizados pela organização, da missão e da linha editorial estipulada. Toda organização funciona por meio de lucros, portanto, a fator econômico pesa bastante por ser um condicionante primordial. O jornalismo é um negócio que visa lucro, pois se trata de uma organização com estrutura, despesas, balanço contábil e folha de pagamento dos funcionários. Ou essa organização funciona adequadamente e dentro dos critérios estipulados por lei ou entra em desorganização total e a saída é a falência da empresa. Isso significa que o setor mais importante da empresa jornalística é o comercial. 

(clique no título/link para ver a definição completa)

Autocomunicação de Massa

Autocomunicação de massa é a capacidade de cada pessoa ter seu próprio espaço dentro do ciberespaço, e ter a autoridade de criar: suas próprias redes, controle no fluxo de mensagens; controle sobre as amizades e contatos adquiridos, entre outros. Sendo autônomos dentro de um espaço dominado por empresas de telecomunicações de internet.

(clique no título/link para ver a definição completa)

Folkcomunicação

O termo folkcomunicação foi criado pelo pesquisador brasileiro Luiz Beltrão, nos anos 60, em uma tese de doutorado da Universidade de Brasília (UnB). Folkcomunicação é comunicação popular e o folclore na difusão de meios de comunicação de massa. É o processo de intercâmbio de informações e manifestação de opiniões, ideias e atitudes de massa, através de agentes e meios ligados direta ou indiretamente ao folclore. Ou seja, as tradições culturais brasileiras representam uma importante fonte de comunicação coletiva. 

(clique no título/link para ver a definição completa)

Interatividade

Capacidade que um sistema tem de permitir ao receptor intervir no processo comunicativos, ou seja, permite ao usuário traçar seu próprio percurso de acesso a documentos na internet. É um conceito que quase sempre está associado às novas mídias de comunicação. Interatividade pode ser definida como: “uma medida do potencial de habilidade de uma mídia permitir que o usuário exerça influência sobre o conteúdo ou a forma da comunicação mediada.” 

(clique no título/link para ver a definição completa)

Media Literacy

É uma abordagem para a educação do século XXI. Ela fornece critérios e instrumentos para acessar, analisar, avaliar e criar mensagens em diversas formas - desde impressas até vídeos para a internet. A alfabetização midiática cria um entendimento sobre o papel da mídia na sociedade, assim como as habilidades essenciais de investigação e expressão própria, necessárias para os cidadãos de uma democracia.

(clique no título/link para ver a definição completa)