Triângulo de Exposição

Os componentes de alcançar uma foto corretamente exposta são: ISO. abertura do diafragma e velocidade do obturador.

  • ISO - A Sensibilidade ISO refere-se a classificações que definem o nível de sensibilidade de sua câmera à luz (uma explicação mais técnica pode ser encontrada aqui). O valor ISO é determinado por números: quanto menor o número, menor a sensibilidade à luz. Valores mais elevados significam que é mais sensível à luz. Para mais saturação e menos ruído e mais detalhes, deve-se ir para ISO 100. Para menos saturação e detalhes, um número maior, como um ISO de 400. 
  • Abertura do Diafragma - Controlar a abertura ou escolher um modo de disparo que forneça esse acesso permite ajustar a quantidade de luz que pode entrar na câmera. O ajuste da abertura é determinado por vários valores de f-stop. (1,4, 1,8, 2,0, 2,8, 3,6, 4, 5,6, 8, 11, 16 e 22). Ao ajustar a abertura, deve-se observar que à medida que o valor numérico aumenta, a abertura fica menor e a quantidade de luz que passa diminui. Quanto menor o tamanho da abertura, maior será a profundidade de campo – uma parte mais profunda da foto estará em foco. Para fotografias de profundidade de campo rasa, usa-se um tamanho de abertura maior.
  • Velocidade do Obturador - O obturador é o mecanismo que determina o período de tempo em que o sensor é exposto à luz. A abertura controla a quantidade de luz que chega ao sensor, e a velocidade do obturador controla o tempo que a luz atinge o sensor. A velocidade do obturador é medida em frações de um segundo, como 1 / 100s. Quando o número de velocidade do obturador é uma fração menor, mais rápido o obturador abre e fecha.