Publicidade

Para Juarez Bahia "[...] vem do latim publicus = público, ligado a publicação, difusão conhecimento amplo das coisas. Em francês, publicité; em inglês, advertising tornou-se mais próprio que publicity, para significar ação planejada e racional, desenvolvida em mensagens faladas ou escritas, através dos veículos regulares de comunicação, para divulgação das vantagens, qualidades ou serviços de um produto, uma marcam uma ideia, uma organização, um indivíduo etc. Divulgação de fatos ou informações a respeito de pessoas, produtos ou instituições."

"Em geral, não se fala em publicidade em relação à comunicação persuasiva de ideias (nesse aspecto a, propaganda é mais abrangente, pois inclui objetivos ideológicos, comerciais etc.); a publicidade mostra-se mais abrangente no sentido de divulgação (tornar público, informar, sem que isso implique necessariamente persuasão). 

As origens e as trajetórias das duas palavras podem ser bastante esclarecedores: a palavra propaganda é gerúndio do lat. propagare (multiplicar, por reprodução ou por geração, estender, propagar), e foi introduzida nas línguas modernas pela Igreja Católica, com a bula papal Congregatio de Propaganda Fide e com a fundação da Congregação da Propaganda, pelo Papa Clemente VIII, em 1597. O conceito de propaganda esteve essencialmente ligado a um sentido eclesiástico até o séc. 19, quando adquiriu também significado político. Já a palavra publicidade, calcada no fr. publicité e proveniente do lat. publicus, 'público', foi registrada pela primeira vez em línguas modernas com sentido jurídico. Designando em princípio o 'ato de divulgar, de tornar público', a publicidade adquiriu, no séc 19, também um significado comercial: qualquer forma de divulgação de produtos ou serviços, através de anúncios geralmente pagos e veiculados sob a responsabilidade de um anunciante identificado, com objetivos de interesse comercial." Rabaça e Barbosa