Princípios fundamentais da mediamorfose

São seis os princípios fundamentais da mediamorfose elaborados por Fidler:

1. Coevolução e coexistência – os diversos meios coexistem e evoluem em conjunto a partir de adaptações e transformações suscitadas pelo novo meio.

2. Metamorfose – novos meios não nascem espontânea e independentemente: eles emergem gradualmente da metamorfose de mídias antigas.

3. Reprodução – novos meios de comunicação reproduzem traços dominantes dos formatos anteriores.

4. Sobrevivência – todas as empresas e meios de comunicação são compelidas a se adaptarem e evoluírem para sobreviverem num ambiente em transformação.

5. Oportunidade e necessidade – novos meios não são adotados apenas por seus méritos tecnológicos. Há sempre que existir uma oportunidade, assim como motivação social, política ou razão econômica para um novo meio tecnológico ser desenvolvido.

6. Adoção lenta – Novos meios sempre demoram mais do que o esperado para se tornarem sucessos comerciais; no mínimo, uma geração