Imposição

O processo de produção de uma peça gráfica (brochura, revista, jornal) passa pela composição, layout, arte final, impressão e acabamento. No final da cadeia de produção, a imposição de páginas é uma etapa que fica na responsabilidade da empresa que vai realizar a impressão.

Realiza-se uma imposição quando se vai produzir uma maquete para mostrar a aparência final de um impresso ao cliente. Fazer uma imposição envolve ordenar as páginas de uma publicação para que tenham o melhor aproveitamento de papel possível e que formem, depois de serem dobradas, os cadernos que posteriormente serão grampeados ou colados. (Um caderno designa o conjunto de páginas que se imprimem na mesma folha com a mesma chapa de impressão).

Depois de impresso, o caderno é dobrado e cortado. Numa publicação com páginas duplas (livro, revista, periódicos, etc.) um caderno está composto sempre necessariamente por um número de páginas múltiplo de 4 (4, 8, 12, 16 etc), das quais cada metade vai imposta em cada face (verso e averso) da folha que se mete na máquina impressora. Os cadernos mais comuns são os de 8, 16 e 32 páginas, que são resultado das dobras cruzadas realizadas na folha impressa.