Fordismo

O Fordismo é um modo de produção em massa baseado na linha de produção idealizada por Henry Ford. Foi fundamental para a racionalização do processo produtivo e na fabricação de baixo custo e na acumulação de capital.Remete a conceitos de repetição, série, homogeneização e padronização. 

O fordismo teve seu ápice no segundo pós-guerra (1945-1968). A partir da década de 1970, o fordismo entra em declínio. A General Motors flexibiliza sua produção e seu modelo de gestão. Com a entrada de empresas japonesas no mercado automobilístico, o fordismo e a produção em massa entram em crise e começam a ser substituídos pela produção enxuta, modelo de produção baseado no Sistema Toyota de Produção (toyotismo). Em 2007 a Toyota torna-se a maior montadora de veículos do mundo e extingue definitivamente o Fordismo.