Fases do Jornalismo Digital

Segundo Machado (2009), o Jornalismo Digital está na sua quarta geração:

  • Primeira Geração (transposição ou reposição): transposição do jornalismo impresso para a internet. Reaproveitamento dos conteúdos dos meios convencionais. Entre 1995-1997.
  • Segunda Geração (metáfora): Metáfora dos meios tradicionais. Interatividade, hipertextos etc. Entre 1997-1999.
  • Terceira Geração (webjornalismo): Lançamentos de produtos jornalísticos na web, disseminação de recursos tecnológicos (blogs, celulares, tablets etc). Entre 1999-2002.
  • Quarta Geração: Desenvolvimento de produtos articulados em torno de base de dados complexas. De 2002 em diante.

Na divisão dessas etapas, são consideradas somente as experiências de jornalismo on-line posteriores ao lançamento comercial da internet na primeira metade dos anos 90. Para outros pesquisadores, a prática do jornalismo on-line existe desde muito antes do lançamento desses projetos nos anos 90, remontando ao final dos anos 60 e metade dos anos 70 do século XX quando do lançamento dos serviços de videotexto e da criação de bancos de dados on-line por empresas nos EUA e em países como Inglaterra e na Europa". Machado