Ensaio

O ensaio é um gênero opinativo que se utiliza do conhecimento adquirido com a experiência, a observação e o entendimento da polifonia e da polissemia dos temas que nos cercam. Busca o equilíbrio entre a razão e a emoção e se propõe a tecer sentidos nos mais diversos campos do saber. 

No dicionário Michaelis “ensaio” tem a definição de uma prova, uma experiência, uma análise. Uma tentativa de discurso sobre algo. Apresentação de um determinado assunto, seja ele filosófico, científico, histórico ou de teoria literária, caracterizado pela síntese e pelo tratamento crítico. Já a palavra essay deriva do infinitivo francês essayer, que quer dizer tentativa. Em inglês essay significa, primeiramente, uma experimentação ou uma tentativa, um sentido alternativo.

O ensaio não nega um parentesco com a retórica, “que a mentalidade científica, desde Descartes e Bacon, quis expulsar”. Para Adorno, “as satisfações que a retórica quer proporcionar ao ouvinte são sublimadas no ensaio na ideia de felicidade de uma liberdade frente ao objeto”. Está em condições, nesse sentifo, de “dar à linguagem falada algo que ela perdeu sob o domínio da lógica discursiva”. O ensaio não se apraz em negar a lógica. Não é alógico. Obedece a “critérios lógicos na medida em que o conjunto de suas frases tem de compor-se coerentemente. Só que a lógica de que aqui se fala é diferente da lógica discursiva tradicional. Possui dinamismo. É silenciosamente dócil na tradução dos pensamentos do ensaísta." KÜNSCH

O ensaio pessoal exige, portanto, muita coragem do autor. Disposição para despir-se por inteiro para o leitor. A humanização que se destaca nesse caso é a do próprio escritor, sua vulnerabilidade diante de acontecimentos sumamente tocantes. Revela-se frágil ou tomando consciência de seus limites, diante dos paradoxos da vida. Ele é o protagonista da sua própria história, mas não a conta, apenas. Filosofa. Mas faz isso de um patamar de necessidade orgânica profunda. O movimento para expor seu mundo interior procede das entranhas. A cura vem pela exposição." LIMA