Comunicação Institucional

A comunicação institucional procura, por meio da construção propositiva de uma imagem, consolidar ou melhorar a reputação da organização no mercado. Enfatizava o desenvolvimento dos relacionamentos estratégicos, a promoção da imagem institucional, comunicando valores e princípios da empresa para os públicos estratégicos. A comunicação institucional procura, por meio da construção propositiva de uma imagem, consolidar ou melhorar a reputação da organização no mercado e gerar empatia (goodwill). São utilizadas como ferramentas as relações públicas, jornalismo, assessoria de imprensa, marketing social, marketing cultural, publicidade e editoração são instrumentos de comunicação institucional.

O profissional de Comunicação Institucional precisa conhecer profundamente o mercado ao qual presta serviço, para ter condições de propor o posicionamento mais adequado e/ou vantajoso a seu cliente ou empregador. Quando necessário deve utilizar o posicionamento específico, no qual apresenta ao mercado um benefício ou uma razão concreta para a compra de um produto ou contratação de um serviço.

Comunicação Institucional é aquela criada exclusivamente para formar imagem positiva em torno de uma organização, empresa, pessoa, ou, ainda, em torno de algo ou alguma coisa. A comunicação institucional, com este escopo, está ligada ao nível de abordagem do assunto tratado e ao tipo de linguagem adotada para transmitir informações de uma determinada organização. O nível de abordagem deve ter a amplitude necessária à representação do conjunto de conceitos de uma organização, como filosofia, valores, missão, visão, políticas, pensamentos, condutas, posturas e atitudes, tanto do ponto de vista ético-moral quanto administrativo, em todos os níveis da organização. A linguagem institucional é aquela que trata esses assuntos com isenção comercial ou mercadológica, atendo-se, apenas, a identificar, demonstrar e apresentar os conceitos ligados aos temas próprios da organização, com a intenção de informar e satisfazer os interesses de um ou mais públicos ligados à empresa e os dela próprios". Resolução 43/2002 (Define as funções e atividades privativas  dos Profissionais de Relações Públicas).