Teoria Instrumentalista

A Teoria Instrumentalista determina que as notícias são instrumentos para determinados interesses políticos. Surgiu de um estudo/pesquisa realizado sobre parcialidade, que buscava verificar a existência ou não de distorções em textos noticiosos. 

Essa Teoria possui princípios epistemológicos presentes na teoria do espelho, pois ela aceita que é possível refletir a realidade em uma notícia, e a partir desse pressuposto, visa verificar as distorções contidas nela.