Ciberespaço e Pierre Levy

O termo [ciberespaço] especifica não apenas a infraestrutura material da comunicação digital, mas também o universo oceânico de informação que ela abriga, assim como os seres humanos que navegam e alimentam esse universo. Quanto ao neologismo ‘cibercultura’, especifica aqui o conjunto de técnicas (materiais e intelectuais), de práticas, de atitudes, de modos de pensamento e de valores que se desenvolvem juntamente com o crescimento do ciberespaço." Pierre Lévy

Teórico da informação e estudioso das interações entre a internet e a sociedade. Seu principal objeto de estudo é a "revolução digital" e suas implicações filosóficas, estéticas, educacionais e antropológica. Desenvolveu o conceito de rede e de ecologia cognitiva, na qual “um coletivo pensante homens-coisas, coletivo dinâmico povoado por singularidades atuantes e subjetividades mutantes. Entre suas principais obras estão: As Tecnologias da Inteligência, As Árvores do Conhecimento, Cibercultura, O que é Virtual?, Inteligência Coletiva, entre outros.  Neste contexto, se destacam as áreas de estudo: cibercultura, inteligência coletiva, interatividade, virtualização, atualização, ciberdemocracia e ciberespaço.