Teoria do Agir Comunicativo

Teoria desenvolvida pelo filósofo e sociólogo da Escola de Frankfurt, Jürgen Habermas. Nela, Habermas introduz o conceito de razão comunicativa, contrapondo-se à ideia de que a razão instrumental constitua a própria racionalização da sociedade ou o único padrão de racionalização possível.